quarta-feira, 22 de julho de 2015

Falta de medicamentos põe em risco tratamento de pacientes no Hemope


(Reprodução/TV Jornal)

TV Jornal

Pacientes da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope) estão sofrendo com a falta de medicamentos na unidade de saúde. Mesmo com risco de morte, eles não conseguem fazer uso de remédios contínuo, que são essenciais para continuarem o tratamento. O policial civil Jonas Sandres, 45 anos, que sofre de aplasia medular, uma doença grave, provocada pela disfunção da medula óssea, recebeu a notícia dos médicos de que o remédio para o tratamento está em falta na farmácia do Hemope. Segundo a esposa da vítima, outros pacientes internados com o mesmo problema também estão prestes a ter o tratamento interrompido.

Através de nota, a diretora de hematologia do Hemope, Fábia Araújo, informou que a medicação chega nesta quarta-feira (22). Mil cápsulas do medicamento foram cedidas pela farmácia da Secretaria de Saúde até que seja reposto o estoque da unidade.

Postar um comentário