quarta-feira, 29 de julho de 2015

Impasse sobre o destino da Feira da Sulanca de Caruaru continua


(Durante toda a noite, os vereadores enfrentaram manifestações de pessoas contra e a favor do projeto – Foto: Jaqueline Almeida/NE10 Interior)

JC Online

Mais uma votação do projeto que propõe a transferência da Feira da Sulanca de Caruaru para um terreno às margens da BR-104 será realizado nesta quinta-feira (30) na cidade do Agreste pernambucano. Na noite desta terça-feira (28), os 23 vereadores do município participaram de uma primeira votação, mas como o mínimo de 16 votos (dois terços do total) não foi alcançado nem por quem votava a favor nem contra, um novo pleito foi agendado. Durante toda a noite, os vereadores enfrentaram manifestações de pessoas contra e a favor do projeto. Elas gritavam, usavam apitos e repetiam palavras de ordem nas áreas interna e externa da Câmara.

Após a votação, o vereador Gilberto de Dora (PSB), que votou contra o projeto, afirmou que não houve tempo necessário para a discussão e que os sulanqueiros não foram ouvidos. Ainda de acordo com o socialista, o projeto deve ser reprovado para que a discussão sobre ele se estenda até a próxima legislatura, com início em janeiro de 2017. Já o vereador governista Rodrigues da Ceaca (PRTB) alega que o projeto é bastante claro quanto a forma como a Feira da Sulanca deverá ser administrada. “Foi esclarecido aos sulanqueiros, o projeto é democrático e eles poderão escolher como será o modelo de administração”. O vereador disse que conversará com outros nomes da base do governo que votaram contra o projeto e a expectativa é que ele seja aprovado na votação desta quinta.

Postar um comentário