quarta-feira, 22 de julho de 2015

Sudene tira João Paulo da disputa

A nomeação, ontem, pela presidente Dilma Rousseff, do ex-deputado federal João Paulo para a superintendência da Sudene o exclui da disputa eleitoral pela prefeitura do Recife no próximo ano. João Paulo é o quadro mais forte de que o PT dispõe na capital, malgrado ter amargado nos últimos três anos duas derrotas: uma para a vice-prefeitura em 2012 e outra para a vaga do Senado em 2014. Mas o fato de ter sido nomeado para a Sudene significa que o PT terá que buscar outra alternativa nos seus quadros para enfrentar o prefeito Geraldo Júlio, que disputará a reeleição. Ou, então, reprisar a aliança com o PTB em torno de um candidato desse partido, que ainda não se sabe quem seria. Há o desejo do deputado Sílvio Costa, abrigado PSC mas petebista de coração, que o candidato do PTB seja o ex-senador Jarbas Vasconcelos, com Sílvio Costa Filho na vaga de vice. Mas os próprios partidos acham cedo para uma tomada de decisão.

Depois de João Paulo, o próximo petista de Pernambuco a ser nomeado para um cargo federal será João da Costa, que vai para o lugar de Marcos Arraes numa diretoria de Hemobrás.

Postar um comentário