sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Alunos do Agnes serão responsabilizados pela morte de professor Betinho

O delegado Alfredo Jorge do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) afirmou no final da manhã desta sexta-feira que irá indiciar o estudante de 19 anos, aluno do Colégio Agnes, pela morte do pedagogo José Bernardino da Silva Filho, conhecido como Betinho. Além disso, o delegado disse ainda que o adolescente de 17 anos, também aluno do Agnes, vai responder pelo ato infracional correspondente ao crime de homicídio também pela morte de Betinho.

Delegado Alfredo Jorge falou sobre o caso. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

O anúncio foi feito após o delegado ouvir os dois primeiros rapazes que chegaram a ser apontados como suspeitos do crime e duas mulheres que teriam ouvido esses rapazes confessarem a morte de Betinho. Uma acareação estava prevista para esta manhã, mas acabou não acontecendo. Isso porque a quinta pessoa que participaria da acareação, uma mulher que disse ter ouvido que duas testemunhas ouviram a confissão dos rapazes, se negou a participar da acareação.

Para a polícia, não restam dúvidas de que os dois alunos do Agnes são os responsáveis pelo crime. “Até o final do mês o inquérito será fechado e encaminhado à Justiça”, disse o delegado. Betinho foi encontrado morto dentro do seu apartamento, no Edifício Módulo, na Avenida Conde da Boa Vista, no Centro do Recife, em 16 de maio deste ano.

O jovem de 19 anos, filho do diretor do colégio, e o adolescente de 17 foram ouvidos duas vezes, mas negaram envolvimento no assassinato. No entanto, a polícia tem como provas contras eles as impressões digitais encontradas nos objetos utilizados para matar a vítima e num móvel do apartamento.

A análise das digitais realizada pelos peritos papiloscopistas do Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB) não deixa dúvida quanto à presença dos dois suspeitos no local. Betinho foi encontrado despido da cintura para baixo, com as pernas amarradas por um fio de ventilador e com um fio de ferro elétrico enrolado no pescoço. As digitais foram encontradas no ventilador e no ferro.

Postar um comentário