quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Cantor sertanejo assassinado em Vaquejada em Alagoas

O cantor e compositor sertanejo Manoel Pereira da Silva, popularmente conhecido por “Manoel Laurindo” foi assassinado durante a noite desta terça-feira (4) quando trabalhava dentro de um parque de vaquejada, localizado na cidade de Dois Riachos, região do Médio Sertão de Alagoas. A vítima foi alvejada por vários disparos de arma de fogo por um ou mais suspeitos ainda não identificados pela polícia.

Por telefone, o chefe de operações da Delegacia Distrital do município, José Humberto Cardoso, contou que o crime foi informado por volta das 20h, quando um telefonema deu conta da morte do cantor. Ao chegar no local, policiais civis e militares constataram o crime, mas até o fechamento desta matéria não teriam obtido maiores informações sobre quem ou o que teria provocado o homicídio.

Informações iniciais apontam apenas que Manoel estava trabalhando no local conhecido como Curral do Gado, atuando com a função de registrar a quantidade de animais que chegavam e saiam dali. Cardoso confirmou também que já foram acionadas equipes do Instituto de Criminalística (IC) e do Instituto Médico Legal (IML). Ambas devem periciar o local e levar o corpo da vítima para a necropsia.

CARREIRA ARTÍSTICA

Manoel Laurindo ficou conhecido na região por compor e gravar canções de forró e toadas para vaquejadas. Em sua carreira ele fez dupla com o também cantor e compositor Zé de Almeida, com o qual até gravou um disco intitulado “Os cancioneiros do Gado”. Manoel e Zé ilustram a capa do vinil ao posarem a caráter, em uma pista de vaquejada.

Entre as faixas gravadas no LP citado está “Short Apertado”. A música foi amplamente tocada por bandas e cantores famosos em todo o país, em especial no Nordeste.

Além das canções típicas do “esporte do Sertão”, Manoel também foi notadamente um criador dos famosos “jingles” de campanha para políticos à cargos eletivos. Todos os anos era procurado a fim de compor alguma música que fazia alusão aos candidatos da região, sempre usando o ritmo típico do forró ou toada.

Com informações do Portal http://www.alagoasnanet.com.br

Postar um comentário