segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Governador anuncia cortes de 1 bilhão (mas tirar de onde?)

O governador Paulo Câmara reuniu o secretariado nesta segunda-feira (24), no Palácio do Campo das Princesas, para anunciar novos cortes no orçamento do Estado a fim de equilibrar as contas públicas.

Diante do agravamento da crise econômica, o governador pediu sugestões aos secretários para reduzir o gasto público.

Em razão da crise, segundo ele, a receita estadual, de janeiro a junho deste ano, sofreu uma redução de R$ 1 bilhão, ao passo que os repasses do Governo Federal para o Estado (FPE) caíram cerca de 47%.

Ficou estabelecido na reunião que as Secretarias deverão economizar R$ 1 bilhão até o final deste ano (mas tirar esse dinheiro de onde se o Estado vem atrasando o pagamento de terceirizados exatamente por falta de recursos?).

Os secretários vão participarão de reuniões setoriais para definir os cortes juntamente com as Secretarias de Administração, Fazenda, Planejamento e Gestão, além da Controladoria Geral do Estado.

O secretário da Fazenda, Márcio Stefanni, destacou a importância do equilíbrio nos gastos públicos.

“Apresentamos ao conjunto do secretariado as medidas necessárias para que terminemos o ano. Isso, na prática, significa adequar as receitas às despesas. O Estado só pode gastar aquilo que arrecada”, disse ele, garantindo que as áreas de Educação, Saúde e Segurança não sofrerão cortes.

Postar um comentário