quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Máquina transforma lixo em dinheiro

Máquina foi criada pelo engenheiro da computação Severino Barros e o administrador Thiago Dantas

Divulgação

JC Online

A partir de novembro, o cidadão poderá lucrar com seu próprio lixo, depositando latinhas de refrigerante, garrafasPET ou qualquer outro resíduo reciclável, que tenha formato cilíndrico e código de barras, na Recicletool. O protótipo, desenvolvido por dois pernambucanos – o administrador Thiago Dantas e o engenheiro da computação Severino Barros – está em exposição no Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep), mas a primeira máquina só vai começar a funcionar, de fato, daqui a três meses, na Padaria Brotfabrik, Bairro do Recife, na área central da capital pernambucana.

Além de dar destinação correta ao lixo e gerar renda para catadores e usuários, a Recicletool vai fornecer dados de pós-consumo que as empresas produtoras necessitam para implantar a logística reversa, estabelecida pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei nº 12.305/2010). A lei diz que o lixo produzido deve retornar para o produtor. “Hoje, mesmo os empreendedores que enviam resíduos para reciclagem não sabem a quantidade deles nem para onde vão. Se esse lixo for parar em um córrego, por exemplo, ele poderá ser responsabilizado. A máquina vai registrar todas essas informações”, informa Thiago Dantas.

Continue lendo:

Postar um comentário