sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Marlone será "padrinho" de projeto que vai reforçar área social do Sport Recife

O "Base Mais Forte" vai complementar a alimentação da categoria de base dos grandes clubes da capital

Foto: Site Oficial

O meia-atacante rubro-negro Marlone foi convidado para ser "padrinho" de um programa social do Governo do Estado que vai render grandes frutos na área de Responsabilidade Social do Sport Club do Recife além de reforçar e complementar a alimentação das categorias de base dos três grandes clubes da capital pernambucana. O camisa 8 foi pessoalmente à Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, no início da semana, para aceitar o convite.

O progama "Base Mais Forte" é uma iniciativa do Ceasa (Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco ), do presidente Gustavo Melo, e da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, do secretário Felipe Carreras. O projeto foi inspirado na história de vida do jogador leonino, que emocionou o país ao relatar suas dificuldades no início da carreira, em recente entrevista à uma rede nacional. Nesta quarta-feira (19), o presidente João Humberto Martorelli recebeu os representantes do Governo e intitulou o programa como fantástico.

"Essa iniciativa terá uma repercussão sob a ótica social e da responsabilidade social muito grande. O Sport tem esse compromisso social e abraça de forma entusiasmada mais uma iniciativa pioneira, importante, criativa e de muita responsabilidade do Governo do Estado. Nosso clube tem comunidades com as quais tem compromisso e esse projeto vai permitir ao Sport ampliar a sua ajuda", disse o mandatário leonino.

Por sua vez, Marlone se sentiu lisonjeado pela lembrança e animado com a possibilidade de ajudar os jovens. "Ser convidado para ajudar esse projeto é uma vitória para mim, um motivo de muita felicidade. Minha história está sendo reconhecida e servindo de inspiração para muitos. Acho que isso vai ajudar bastante jovens que passam dificuldades no Brasil. Passei por muitas adversidades que já foram ditas e creio que esse programa vai facilitar a realização dos sonhos de muita gente. Acredito que essa ideia será copiada também no Brasil", afirmou o meia.

De acordo com Gustavo Melo, a Ceasa vai proporcionar ao "Base Mais Forte" uma equipe de nutrição, que dará apoio aos profissionais da área dos clubes. O intuito é ampliar ainda mais o projeto. "Nosso projeto foi inspirado na entrevista de Marlone. A parceria com o Ceasa é boa porque nós temos a expertise na distribuição de alimentos, com toda a variedade de alimentação a preços convidativos. 

Já fazemos isso nos presídios e escolas, por exemplo. A história dele é um exemplo e precisa servir de inspiração para os mais jovens. Nossa ideia é expandir o programa também para os atletas de atletismo, que treinam no Santos Dumont, e nos jogos escolares, para atender o maior número de gente possível".

"Nós sabemos que o que Marlone passou é um realidade de vários clubes, até de ponta, como o Vasco. Agora é o poder público fazendo a sua parte, auxiliando os clubes de futebol, pois neles não se formam apenas atletas, mas cidadãos. 

A disciplina que o esporte passa desde a formação desses jovens é de muita importância e a tendência é ampliarmos cada vez mais essa parceria. Vamos terminar de nos reunir com os clubes, mas a ideia é que a gente venha implementar essa ação o mais rápido possível", destacou o secretário Felipe Carreras.

Portal Sport Recife

Postar um comentário