quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Segredo da longevidade são três copos de cerveja e uma dose de uísque? Veja o que dizem especialistas

A idosa afirma que, durante 70 anos, bebeu três copos de cerveja e uma dose de uísque diariamente 
Montagem: Guilherme Castro/NE10

Mayra Cavalcanti

Ao completar 110 anos no último sábado (1º), a norte-americana Agnes Fenton, que vive em Englewood, em Nova Jersey, chamou atenção ao revelar o segredo da longevidade: três copos de cerveja e uma dose de uísque por dia, hábito que cultivou durante 70 anos.

Não demorou muito para que a notícia bombasse na internet, compartilhada pelos amantes da bebida. Só em Pernambuco, o setor deve receber um investimento de aproximadamente R$ 1,9 bilhão até 2020. No entanto especialistas alertam que é preciso ter cuidado para não exagerar.

De acordo com a nefrologista Ângela Santos, os benefícios da cerveja na vida de Agnes estão muito mais relacionados à parte física do que a biológica."Como ela gostava muito do hábito, havia ali a liberação de hormônios como a endorfina, que promovem a sensação de prazer. Por isso, ela atrela a bebida ao bem-estar. Mas não existe nenhuma pesquisa que comprove cientificamente que a cerveja prolonga a vida", explica a médica. 

Ângela afirma que, entre as bebidas alcoólicas, apenas o vinho comprovadamente faz bem. Por ser rico em flavonoides, a ingestão de uma taça previne doenças cardiovasculares. A nefrologista alerta, ainda, para o uso abusivo de álcool, que pode desencadear muitas doenças, como hepatite, gastrite, úlcera, esofagite, encefalopatia, dentre outras.

Agnes Fenton completou 110 anos no último sábadoFoto: Divulgação

Em entrevista à ABC News, Agnes Fenton disse que o único sério problema de saúde que teve ocorreu em 1930, quando foi diagnosticada com um tumor benígno. E foi após a sua recuperação que o médico recomendou a dose diária de bebida alcoólica. Agnes só deixou de ingerir cerveja nos cinco últimos anos, por recomendação de seus cuidadores. 

A nutricionista Laiz Cabral afirma que a cerveja é fonte das vitaminas B6, B12 e ácido fólico, que previnem anemia e participam na formação de células do sangue e da pele, o que são efeitos benéficos."No entanto é preciso ficar atento à quantidade. A dose diária máxima é de até um copo para mulheres e dois para os homens".

A nutricionista acrescenta que, além de conter álcool, a cerveja é rica em carboidratos que, em excesso, podem contribuir para o aumento do tecido adiposo, além de conter glúten. "Para cada latinha, há quantidade de calorias similar a um pão francês; então o seu consumo deve ser moderado. A presença do glúten pode desencadear intolerância ou processos inflamatórios em pessoas sensíveis", disse. 

Apesar de não ser uma receita global, o médico que cuida de Agnes garante que a saúde dela está "fenomenal": "Ela está totalmente maravilhosa".

Postar um comentário