quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Sport é roubado e perde descaradamente para Corinthians

Em jogo cheio de reviravoltas, Sport perde por 4 a 3 para o Corinthians com pênalti polêmico

Derrota veio após o Leão empatar jogo em que estava perdendo por 3 a 1

 João de Andrade Neto /Superesportes

Em jogo bastante disputado, Leão foi buscar o empate duas vezes, mas sofreu mais um gol depois dos 40'

Em uma das piores apresentações coletiva do Sport nesse Campeonato Brasileiro, a estrela individual do atacante Hernane chegou a brilhar, com dois gols. Mas no fim, a tão contestada arbitragem paulista de Luiz Flávio de Oliveira acabou sendo o principal destaque da vitória do Corinthians por 4 a 3 sobre o Leão. Aos 39 minutos, pouco depois da equipe pernambucana buscar a igualdade por 3 a 3 (com dois gols do Brocador), o juiz marcou o pênalti que decretou a derrota rubro-negra, após a bola se chocar com o braço de Rithely na área, após cruzamento de Aranda. A segunda derrota na Série A, derrubou o Sport para o 6º lugar.

Ao contrário do que vem mostrando ao longo do Brasileiro, o Sport começou o jogo com uma marcação frouxa, dando espaços para o Corinthians. E o atalho para os donos da casa era o lado esquerdo da defesa rubro-negra. A prova do mau início do Leão foi o gol sofrido logo aos 12 minutos, marcado pelo atacante Luciano, de carrinho, após cruzamento de Elias. Pela esquerda. Foi o primeiro gol sofrido pelo Leão nessa Série A antes dos 15 minutos.

Porém, mesmo com o início ruim, o time pernambucano teve mais uma chance de recomeçar no confronto. Na primeira boa jogada trabalhada ofensivamente, André cabeceou sem chances para Cássio, empatando a partida quatro minutos depois. A partir dai, o Sport viveu seu melhor momento no duelo. Com a equipe ajustando a marcação e tendo mais posse de bola, teve lampejos do futebol apresentado nesse Brasileiro. Porém foi pouco efetivo. Tanto que só criou uma boa chance, desperdiçada por Élber. 

E se o começo do Sport foi atípico, a desatenção nos minutos finais permaneceu. E castigo veio aos 46 minutos. Após cobrança de escanteio, toda a defesa se posicionou mal e Luciano, livre na pequena área, escorou para as redes no último lance da primeira etapa.

O começo do segundo tempo pareceu um filme repetido. Novamente explorando o lado esquerdo defensivo do Sport, o Corinthians por muito pouco não ampliou. Outra vez com Luciano, que aproveitou escorregão de Matheus Ferraz, driblou Danilo Fernandes e chutou. Samuel Xavier salvou em cima da linha. Antes dos 15 minutos, Renato Augusto e Gil também, tiveram chances de ampliar.

Sem mostrar poder de reação, o Sport esperou pacientemente o Corinthians marcar o terceiro. E ainda contribuir, com Samuel Xavier tocando para as próprias redes, aos 14 minutos. O segundo gol contra do lateral direito nesse Brasileiro (já havia anotado a favor do Avaí),e  o terceiro do Sport na competição. O time que mais marcou contra.

Com as entradas de Hernane Brocador na vaga de André e Régis na vaga de Élber, o técnico Eduardo Baptista tentou devolver força ofensiva ao Leão. E não demorou para a estrela do Brocador brilhar. No seu primeiro toque na bola, o camisa nove aproveitou recuo mal feito do Corinthians para diminuir. Logo em seguida, o atacante voltou a brocar, empatando a partida. 

Porém, quando o empate parecia um bom resultado para o Sport, veio o polêmico pênalti e que vai dar o que falar. Bem cobrado por Jádson. Resultado que terminou sendo um castigo para o time pernambucano.

Ficha do jogo

Corinthians 4
Cássio; Fágner, Edu Dracena, Gil e Uendel (Guilherme Arana); Bruno Henrique (Ralf), Elias, Jádson e Renato Augusto; Malcom (Rildo) e Luciano. Técnico: Tite.

Sport 3
Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rodrigo Mancha. Rithely, Élber (Régis), Diego Souza e Marlone; André. (Hernane) Técnico: Eduardo Baptista.

Local: Arena Corinthians, em São Paulo. Árbitro:Luiz Flávio de Oliveira (Fifa-SP). Assistentes:Alex Ang Ribeiro e Miguel Cateano da Rocha (ambos de SP). Gols: Luciano (12 e 46 min do 1º), André (16 min do 1º), Samuel Xavier (contra, aos 14 min do 2º), Hernane (26 e 31 min do 2º tempo), Jádson (42 min do 2º tempo). Cartões amarelos: Gil ( C )

Postar um comentário