sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Superfaturamento: operação da PF na Arena PE


Comitê de PPP do governo de PE também será investigado.

Ação ocorre em construtora em vários estados.
A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (14) a Operação Fair Play, que apura suspeitas de superfaturamento na construção da Arena Pernambuco, estádio usado na Copa do Mundo do ano passado.
De acordo com a investigação da PF, o superfaturamento na obra do estádio no Recife foi de R$ 42,8 milhões.
Neste momento, estão sendo cumpridos dez mandados de busca e apreensão no Recife, em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Brasília, Belo Horizonte e Salvador.
Entre os endereços vistoriados pelos policiais, estão a sede do Comitê de Gestão Público-privada de Pernambuco e diversos escritórios da Odebrecht nesses Estados. 
A PF está em busca de contratos firmados entre empresas e os governos estaduais para compará-los com os termos do acordo firmado para a construção da Arena Pernambuco.
PREJUÍZO
Em junho, a Folha mostrou que oito dos 12 estádios construídos ou reformados para o Mundial são deficitários. A Arena Pernambuco fechou 2014 no vermelho juntamente com Arena da Baixada (PR), Arena Pantanal (MT) e Maracanã.
A Arena Pernambuco teve prejuízo de R$ 24,4 milhões respectivamente.  (Da Folha de .Paulo)
Postar um comentário