sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Suspeitos de matar vítimas em assalto no Agreste são detidos no Sertão

Quatro pessoas foram detidas após crime em Brejo da Madre de Deus. Três vítimas foram mortas e uma feita refém; houve tiroteio com a PM.

Do G1 Caruaru

Três suspeitos de envolvimento no assalto que terminou com três mortes foram presos numa operação conjunta entre as polícias Civil e Militar na quinta-feira (6). Dois foram encontrados em Ouricuri, no Sertão de Pernambuco, e o outro em Serra Talhada, na mesma região. Os crimes ocorreram em Brejo da Madre de Deus, no Agreste do estado. Segundo a PM, três pessoas foram assassinadas e outra feita refém após o roubo de um carro no distrito de Mandaçaia, zona rural do município. Um suspeito foi detido no mesmo dia dos homicídios.

De acordo com a PM de Santa Cruz do Capibaribe, também no Agreste, os suspeitos foram levados para a Delegacia Regional de Polícia Civil do município. O delegado Júlio Porto informou que tanto as vítimas quanto os suspeitos trabalhavam no mesmo ramo comercial e isso pode ter sido uma das motivações do crime. "A concorrência entre as empresas pode ter motivado os assassinatos. Também estamos trabalhando com a hipótese de um dos crimes ter sido passional", informou o delegado ao G1.

Os suspeitos foram levados para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, segundo informações da Polícia Civil.

Entenda o caso
Três pessoas foram mortas e outra feita refém em um suposto assalto na quarta-feira (5) em Brejo da Madre de Deus. Os suspeitos estariam em um carro, quando tentaram assaltar as quatro pessoas que estavam em outro veículo. De acordo com informações da PM, os homicídios ocorreram após eles praticarem o assalto.

Os suspeitos de cometer a ação ainda balearam mais uma pessoa e fizeram outra de refém. A vítima ferida foi socorrida para o Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru, mas não resistiu e morreu. O refém foi liberado pelos suspeitos. A dupla ainda trocou tiros com policiais após uma abordagem e, em seguida, fugiu. O primeiro suspeito ainda foi detido na mesma noite, após o cerco policial realizado na região

Postar um comentário