terça-feira, 29 de setembro de 2015

Prefeita de São Bento do Una impedida de prestar contas

Magno Martins

O município de São Bento do Una, no Agreste pernambucano, registrou, ontem, um fato inusitado durante a audiência pública de prestação de contas realizada na Câmara de Vereadores. A prefeita Debora Almeida (PSB) teve sua fala cortada pela presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, vereadora Fátima Queiroz (PTB), que tentou impedir a prestação de contas da prefeita.  Além da presidente da Comissão, o vereador Geraldo Léo (PROS) também se manifestou contra a apresentação da prefeita. Mesmo após o incidente, Débora continuou e finalizou sua apresentação.

O desentendimento iniciou quando a vereadora definiu, sem acordo prévio, que as apresentações seriam de 15 minutos por secretaria e que seriam quatro pastas. A prefeita informou que ao todo seriam cinco: Saúde, Educação, Ação Social, Finanças e Infraestrutura, num total de 75 minutos. Segundo a vereadora, não seria necessário a apresentação da pasta de Infraestrutura, restando 50 minutos para apresentar tudo.

Não levando em consideração os problemas técnicos que surgiram, passados exatos 50 minutos de apresentação, Fátima Queiroz tomou a palavra e tentou passar para o vereador Geraldo Léo que de forma desrespeitosa e arbitrária, começou a falar ainda no tempo que seria da apresentação.

As pessoas presentes ficaram indignadas com a atitude dos vereadores da oposição, pois queriam ver onde o dinheiro do município tem sido usado desde o começo do Governo São Bento do Una. Muito do que estava programado para ser apresentado serviria para explicar aos próprios vereadores de oposição como tem sido administrado o município, tendo em vista que eles fazem questão de denunciar a Gestão Municipal ao Ministério Público e outros órgãos.

Postar um comentário