quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Dinheiro não utilizado para a reforma da BR-101 já “rendeu” 23 milhões e muitas mortes

Um pedido de informações feito ao Governo do Estado pela deputada Priscila Krause (DEM) permitiu que ela tomasse conhecimento de que a verba repassada pela União para a Secretaria das Cidades, para obras de reforma da BR-101 que ainda não foram realizadas, já “rendeu” até agora numa caderneta de poupança R$ 23,13 milhões.

O dinheiro foi depositado na conta do Governo do Estado no dia 30 de dezembro de 2012 e se destinava à reforma da BR no trecho que vai de Abreu e Lima a Jaboatão dos Guararapes.

Alegando problemas burocráticos, o Governo depositou os recursos numa caderneta de poupança do Banco do Brasil. A obra ainda não foi feita mas o dinheiro continua “rendendo”: R$ 977 mil apenas no mês de setembro deste ano.

De acordo com a deputada, o dinheiro tem que ser utilizado até o dia 4 de dezembro de 2016. Caso contrário, voltará para os cofres da União

Postar um comentário