quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Julgamento do caso Jota Cândido deve acontecer hoje

Os quatro homens acusados de matar brutalmente o vereador e radialista da cidade de Carpina, Jota Cândido, com vários disparos de arma de fogo, vão a julgamento hoje (29) no Recife.

O júri já foi adiado por cinco vezes e acontece 10 anos depois do crime, que, segundo a Polícia Civil, teve motivação política. A vítima denunciava problemas administrativos da Prefeitura de Carpina em seu programa e foi assassinada com 20 tiros na frente da rádio Alternativa FM, onde trabalhava.

Jota Cândido foi morto ainda dentro do carro, em 1º de julho de 2005. Um mês antes, o radialista havia escapado de um atentado. O crime chocou a sociedade. Dias depois do homicídio, a Polícia chegou a prender os quatro réus deste julgamento. Os suspeitos, até hoje aguardam o júri em liberdade.

O Tribunal de Justiça de Pernambuco confirmou o julgamento para hoje. A sessão está marcada para às 9h da manhã, no Fórum Thomas de Aquino, no Bairro de Joana Bezerra, no Recife.  Os réus são Edilson Soares Rodrigues, Tairone César da Silva Pereira, André Luiz Carvalho e Jorge José da Silva. Caso sejam condenados, eles poderão pegar uma pena de até 30 anos de prisão pelo crime de homicídio qualificado. A família da vítima clama por Justiça.

Voz do Planalto

Postar um comentário