quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Prefeito de Gravatá divulga nota sobre pedido de intervenção

Ao tomar conhecimento nesta quarta-feira (7) de que o Tribunal de Contas recomendou ao Ministério Público que peça intervenção estadual no Município de Gravatá, o prefeito Bruno Martiniano (sem partido) divulgou nota dizendo que após ser notificado irá tomar as “medidas cabíveis” para manter-se à frente do cargo.

Veja a íntegra de sua nota:

Diante das notícias divulgadas pela Imprensa do Estado sobre a reunião do Pleno do Tribunal de Contas do Estado na manhã de hoje (7), quando aprovou, por unanimidade, um pedido de intervenção estadual no Município de Gravatá até 31 de dezembro de 2016, esclarecemos que a Prefeitura não foi oficialmente comunicada sobre tal recomendação da Corte de Contas.

Com a repercussão dada ao fato, do qual tomamos conhecimento através da Grande Imprensa, adotamos as medidas cabíveis, encaminhado a questão para análise e providências pelas nossas Assessorias Jurídica e Técnica, visando a preservar a autonomia política e administrativa do Município de Gravatá.

Depois desta fase, informaremos à população através dos meios de comunicação quais medidas serão adotadas pelo Executivo Municipal de Gravatá. Mesmo não tendo sido oficialmente informado dos fatos, como já dissemos, nosso papel em respeito à Imprensa e principalmente à população gravataense é nos pronunciarmos, ainda que de forma preliminar e de acordo com as informações oficiais de que dispomos, no momento

Postar um comentário