quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Professora que colocou tranquilizante em suco de crianças em Sanharó é investigada pela Polícia

Marília Neves, do Portal FolhaPE, com informações de Raquelle Wacemberg, da Folha de Pernambuco

O inquérito investigativo contra professora que teria colocado tranquilizante no suco de crianças na escola do Escola Municipal Nilza Leite Avelino, em Sanharó, Agreste do Estado, foi instaurado pelo delegado José Rivelino Ferreira nesta quarta-feira (7). De acordo com Rivelino, as informações estão sendo apuradas e ainda não se sabe se o ato da educadora foi doloso ou não. Na tarde da última terça-feira (6), nove crianças deram entrada com sintomas de intoxicação provocada pelo tranquilizante na Unidade Mista João XXIII. Das vítimas, duas ainda encontram-se internadas no hospital. O estado de saúde delas é estável.

A identidade da educadora ainda não foi revelada e o motivo também é desconhecido. O prefeito da cidade, Fernando Edier, abriu um inquérito administrativo contra ela. A mulher já foi afastada das atividades.

“Foi repassado que foi um tipo de benzodiazepínico, um grupo de fármacos ansiolíticos utilizados como sedativos”, afirmou a diretora da unidade de saúde, Thayse Monteiro. Ainda conforme Thayse, pelo menos nove crianças deram entrada na unidade com sonolência. Sete foram liberadas no mesmo dia. “Uma menina de 4 anos e um menino de 5 estão sendo observadas pelos médicos. Assim que chegaram, as crianças já estavam ativas, mas essas duas precisaram ficar internadas por terem vomitado e apresentado dores abdominais”, complementou a diretora da unidade. Ela ainda ressaltou que não foi confirmada a substância utilizada pela professora.

Postar um comentário