segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Arrastões levam pânico ao Recife Antigo


Do JC Online

Segundo comerciantes do local, a prática de assaltos em grupo já está virando rotina nos finais de semana no centro histórico da cidade

Ao menos três arrastões assustaram as pessoas que foram ao Bairro do Recife na noite deste domingo (8). Segundo comerciantes do local, a prática de assaltos em grupo já está virando rotina nos finais de semana no centro histórico da cidade. A polícia, no entanto, desmente as informações.

A comerciante Ivaneide Santana, que vende tapioca próximo ao Marco Zero, disse que desde às 20h30, turistas e transeuntes foram assaltados enquanto caminhavam pelas ruas do bairro. “Todo final de semana é assim. Os ladrões se juntam por volta desse horários e começam a assaltar”, conta Ivaneide. “Isso está afastando os turistas daqui.”

As investidas dos bandidos, de acordo com o comerciante João Santos, são orquestradas. “Eles escolhem a vítima, cercam ela e vão em cima”, narra. O taxista Pedro Vasconcelos chegou ao Bairro do Recife no momento em que acontecia um arrastão. “O cliente entrou no carro apressado e pedindo para eu levar ele para Boa Viagem, porque aqui tava tendo arrastão.”

À noite, quando a reportagem do JC chegou ao Bairro do Recife encontrou um grande número de policiais fazendo ronda pela região. Quatro viaturas da Polícia Militar e policiais em grupos e em duplas circulavam pelas ruas da Moeda, Rio Branco e Marquês de Olinda.

O capitão Nunes, do 16º Batalhão, responsável pela segurança Centro da cidade, afirmou que nenhum registro de arrastão foi feito no Bairro do Recife neste noite. De acordo com o PM, a operação no local estava de acordo com a normalidade

Postar um comentário