terça-feira, 10 de novembro de 2015

As celebridades que viajaram em avião oficial 'emprestado' por Aécio Neves

Aécio Neves emprestou avião do governo de Minas Gerais para celebridades, empresários, políticos e outras pessoas de fora da administração pública. Luciano Huck, Roberto Civita (ex-presidente do Grupo Abril/Revista Veja), a dupla Sandy e Júnior, além de atores e diretores da Globo estão entre os beneficiados

Luciano Huck, Bernardinho e Roberto Civita são alguns dos nomes que viajaram em avião do Estado de Minas Gerais cedido por Aécio Neves (Pragmatismo Político)

A pedido do então governador do Estado, Aécio Neves (PSDB), aeronaves de propriedade do governo do Estado de Minas Gerais foram emprestadas a famosos, empresários, políticas e outras pessoas não ligadas à administração pública entre 2003 e 2010, aponta reportagem da Folha de S.Paulo publicada neste domingo (8).

Segundo a reportagem, em 198 dos 1.423 voos realizados entre janeiro de 2003 e março de 2010 que têm Aécio como solicitante, não houve a presença nem do tucano nem de agentes públicos autorizados pela legislação a usar essas aeronaves.

De acordo com o jornal, essas viagens não encontram amparo na legislação, que desde 2005 regula o uso das aeronaves oficiais do Estado.

O apresentador Luciano Huck, os irmãos Júnior e Sandy, o ex-presidente da Abril e a sua esposa, Roberto Civita e Maria Antonia, os atores globais José Wilker e Milton Nascimento, o ex-diretor da Globo José Bonifácio Sobrinho (Boni) e o ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, foram alguns dos agraciados.

Ricardo Teixeira chegou a usar três vezes o helicóptero oficial do Estado de Minas Gerais e outras três vezes o avião para se deslocar entre Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo.

A reportagem também teve acesso aos dados dos voos dos governos de Antônio Anastasia, de 2010 a 2014, e do governador atual, Fernando Pimentel.

Entre os três, o governo de Aécio foi quem mais realizou viagens mensais – 2,3 voos, contra 1,3 voos na gestão Anastasia e 0,1 de Pimentel.

Postar um comentário