quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Programa da Record grava com cantor Marquinho Matos Ex- Banda Libano e Tropikalia

Programa Domingo Show da TV Record grava programa com Marquinhos Mattos em Catu

Apresentador Geraldo Luis, do programa Domingo Show, da Rede Record foi visto com sua equipe no Centro da cidade de Catu. Desde a semana passada a produção do programa faz contato com Marquinhos Mattos.

presentador Geraldo Luis em Catu. Foto extraída da internet

O apresentador Geraldo Luis, do programa Domingo Show da TV Record, está em Catu para  gravação de um programa como o ex-vocalista da Banda Líbanos, Marquinhos Mattos. Na manhã desta quinta o apresentador do programa foi visto com a equipe no Comércio da cidade de Catu e no bairro do Catende, local de residência de Marquinhos. As atenções para o cantor voltaram após uma série de publicações nas redes sociais de amigos e fãs que pedem o tratamento e retorno aos palcos do músico. Marquinhos foi um dos sobreviventes do acidente ocorrido em 2004 no Ceará que resultou na morte de cinco dos quatorzes componentes da banda, que voltava de um show e estava no auge. Desde então Marquinhos esteve fora dos palcos e passou a conviver com a depressão e o alcoolismo. Ainda não há maiores informações de como será o programa, mas desde a semana passada que a produção da emissora já faz contato com Marquinhos. O Domingo Show é apresentado por Geraldo Luis, ex-âncora do programa Balanço Geral de São Paulo.

Na última sexta-feira (30) o Expresso publicou uma reportagem retratando a situação do cantor. Confira abaixo:

Amigos e fãs buscam tratamento e retorno aos palcos do catuense Marquinhos Mattos, ex-vocalista da Banda Líbanos

Sobrevivente do trágico acidente, no qual morreram cinco dos quatorze integrantes da Banda Líbanos, o ex-vocalista Marquinhos Mattos está vivendo com sua família em sua cidade natal, em Catu, na Bahia. Há 11 anos fora dos palcos, nos quais arrastou multidões com a destacada banda na época, o cantor passou a conviver com a depressão e o alcoolismo. Amigos e fãs iniciaram uma campanha para o tratamento de Marquinhos e puxam coro para sua volta aos palcos.

Amigos e fãs buscam tratamento e querem ver cantor de volta aos palcos. No auge, banda Líbanos puxou multidões em shows.

Marquinhos Mattos está vivendo em Catu, sua cidade natal. Músico convive com a depressão e o alcoolismo. Fás e amigos buscam tratamento e pedem sua volta aos palcos.

Nas últimas semanas o nome do músico catuense Marquinhos Mattos voltou ao centro das atenções, depois de publicações na rede social Facebook. Marquinhos Mattos foi vocalista da banda cearense Líbanos, na época de grande sucesso na terra do forró. Foi um dos sobreviventes do trágico acidente, ocorrido na madrugada do dia 14 de julho de 2004, próximo ao povoado de Minerolândia no Ceará. A banda retornava de um show na cidade de Iguatu, quando o ônibus despencou de uma ponte, caindo no aterro do açude Pantanal. Cinco dos quatorze integrantes da banda morreram no acidente.

Desde o acidente a vida de Marquinhos Mattos nunca mais foi a mesma, carregando diversas sequelas do acidente, como a visão que ficou bastante comprometida, esteve distante dos palcos. A depressão e o alcoolismo são outros problemas que passaram a abater sobre a vida do talentoso cantor. De volta a Catu, Marquinhos vive no bairro do Catende, no centro da cidade, com sua família. Sempre com um óculos ao rosto, para proteger das sequelas deixadas pelo acidente, é muito frequente encontrar o cantor na cidade. Já fez algumas tentativas de emplacar um retorno ao mundo da música, inclusive com um novo CD, mas existem muitas dificuldades para re-alavancar a sua carreira. Veja abaixo vídeo de grande show da Banda Líbanos

Marquinhos alcançou grande sucesso e fama com a banda Líbanos, que se destacava no Ceará.

Aos 48 anos e há 11 anos fora dos palcos, vivendo praticamente no anonimato após grandes sucessos, a situação do cantor tem criado situações de promoção e tentativas de exploração da imagem do ex-vocalista da banda cearense. Há algumas semanas foi publicado em rede social conteúdo afirmando que Marquinhos estaria pedindo esmolas nas ruas de Catu. A informação gerou bastante desconforto ao próprio músico e entre amigos, fãs e familiares, que rebateram de imediato a suposição.  “Primeiro eu gostaria de dizer que meu amigo Markinhos não é cego, depois quero dizer que acho lamentável o que estão fazendo com ele nessas postagens absurdas e sensacionalistas. Markinhos tem família e está perto dos seus, nunca precisou pedir esmolas, as pessoas têm que entender que o único e sério problema do Markinhos é a dependência alcoólica que por muitas vezes já o deixou em situações difíceis”, esclareceu em nota o cantor Carlinhos da banda TropiKália e amigo de Marquinhos.  Já o atual vocalista da banda Líbanos, o cantor Juliet Moreno, rebateu as acusações de que a banda havia abandonado o músico, “Ninguém sabe o que acontece e o que aconteceu no tempo que Marquinhos estava com a gente, todos da banda Líbanos inclusive EU somos apaixonados por Marquinhos Mattos, dono de uma humildade indescritível, com um coração bom,mais que infelizmente caiu em uma profunda depressão..você já teve depressão daquelas bem grandes?? Eu graças a Deus não então não posso julgar ele por nada..é um momento complicado que já vem se agravando a muito tempo..teve ajuda,teve chances dada..mais infelizmente numa situação dessa só quem pode se ajudar e querer muito é o próprio Marquinhos […]por todos nós ele estaria aqui cantando,brilhando,de bem com a vida..se eu pudesse eu daria toda a minha força a ele pra que ele pudesse sair dessa..mais à vontade só pode ser dele […]ele tem família e teve ajuda mais infelizmente isso tá sendo mais forte que ele.. Obrigada a todos e Marquinhos eu amo você e espero que você saia dessa logo.”

Priscila Ribeiro com Marquinhos Mattos

Por outro lado há amigos e fãs que tentam ajudá-lo buscando tratamento psicológico e para livrá-lo da dependência do álcool e, assim, possa retornar aos palcos. Uma dessas pessoas que tem buscado ajudar Marquinhos é a amiga e cantora catuense Priscila Ribeiro. “O Marquinhos é amigo do meu pai há alguns anos e foi assim como conheci a banda e fiquei fã dele”, explicou Priscila sobre o laço que mantém com o cantor, ela que começou a se movimentar pelas redes sociais junto com outros amigos e fãs do músico com o objetivo de buscar um tratamento. Em conversa com o Expresso Catuense, Priscila informou que“O Marquinhos depois do acidente da Banda Líbanos começou a beber, ficou em depressão por causa do pessoal da banda que morreu e do dono da banda que era amigo dele. O problema dele é com o álcool […] Ele tá debilitado pela bebida, [mas] ele está seguro que quer se recuperar pelos fãs e filhos”

Expresso Catuense


Para saber mais dessa história clique ...


http://blogdoedneysouto.blogspot.com.br/2015/10/marquinhos-mattos-da-libanos-e.html?m=1

Postar um comentário