quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Notificações de casos de dengue têm alta de 862% em Caruaru, no Agreste

De janeiro a novembro deste ano foram 4.649 casos notificados no município. Mês que registrou maior número de casos em 2015 foi maio, com 1.572.

Do G1 Caruaru

Mosquito Aedes aegypti é transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya (Foto: Fabio Motta/Estadão Conteúdo)

Caruaru, no Agreste de Pernambuco, já notificou 4.649 casos de dengue entre os meses de janeiro e novembro deste ano. No mesmo período de 2014, foram 483 casos notificados. Comparando os dados da Secretaria de Saúde do município, houve um aumento de 862%. O mês que registrou maior número de casos em 2015 foi maio, com 1.572. Do dia 1º de dezembro até esta quarta-feira (9), já foram registradas 30 notificações, enquanto em todo o mês do ano passado foram 13.

Para o diretor de Vigiância em Saúde do município, Paulo Florêncio, o número de notificações aumentou devido à forma que a prefeitura adotou para identificar os casos de dengue. "Nós antes notificávamos os casos apenas quando os sintomas eram dor ou febre. Agora são notificadas as pessoas que apresentaram qualquer sintoma que tenha a ver com as doenças que o Aedes aegypti cause. Com isso, podemos direcionar os agentes de endemias para os locais com maior número de casos notificados", explicou ao G1.

Paulo Florêncio ainda destaca que o modelo adotado faz com que haja uma noção mais real de como está a "situação da doença" no município. "Além das áreas com maior notificação, também estamos focando em locais com grande fluxo de pessoas, como a Feira da Sulanca, por exemplo", disse.

Casos confirmados
De janeiro a outubro deste ano foram confirmados 467 casos de dengue em Caruaru. No mesmo período do ano passado foram 71 casos. Comparando os números, houve um aumento de 557%. Em 2015, o mês que registrou maior número de pessoas com a doença foi maio, com 239. Já em 2014 foi o mês de junho, com 17.

Postar um comentário