terça-feira, 15 de dezembro de 2015

PF cumpre mandatos em Brejão na Fazenda que era de Eduardo Campos

O empresário Aldo Guedes também é alvo da Operação Catilinárias, da Polícia Federal. Em conjunto com o Ministério Público Federal, a PF deflagrou nesta terça-feira (15) a operação, que tem como objetivo o cumprimento de 53 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Supremo Tribunal Federal, referentes a sete processos instaurados a partir de provas obtidas na Operação Lava Jato.

Guedes deixou o cargo de presidente da Companhia Pernambucana de Gás, Copergás, após ser investigado na Operação Lava jato. Os mandados desta terça foram cumpridos na loja Grillo Presentes, na Imbiribeira, Zona Sul do Recife, e na Agropecuária Nossa Senhora do Nazaré LTDA, situada na Fazenda Esperança, em Brejão, Agreste do Estado. Tanto a loja, quanto a fazenda pertencem ao empresário Aldo Guedes. Aldo é casado com uma prima de Eduardo Campos e era sócio do ex-governador na Fazenda Esperança. Trabalhou ativamente nas duas campanhas ao Governo do Estado e também na eleição presidencial até a morte de Eduardo, em agosto de 2014.

Em julho deste ano, Aldo Guedes deixou o comando da Copergás depois que a Polícia Federal cumpriu mandado de buscas na casa dele, em meio à Operação Politeia, desdobramento da Lava Jato, que também teve como alvo o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB).

Postar um comentário