domingo, 14 de fevereiro de 2016

Agentes penitenciários cancelam paralisação


Diário de Pernambuco

Marcada para este domingo, a paralisação dos agentes penitenciários de Pernambuco foi cacelada por eles após assembleia. A votação foi realizada neste sábado no auditório do Pavilhão Juiz Antônio Luiz Lins de Barros (PJALLB), no Complexo Prisional do Curado, onde também foi decidido o cancelamento da passeata programada para a segunda-feira.

Os agentes penitenciários estavam em estado de greve desde o último dia 04 e, após diversas negociações com o governo do estado, acataram por unanimidade as propostas oferecidas pela Secretaria estadual de Ressocialização (Seres) e pela Secretaria de Administração (SAD).

Todos os pontos da pauta da categoria foram relativos às condições de trabalho. Até o dia 18 deste mês, serão entregues 200 novos coletes à prova de bala e, até o dia 22 de fevereiro, estarão nas ruas 26 caminhonetes-xadrez. "Até abril, receberemos mais 595 coletes novos, porque há dois anos estamos trabalhando com coletes vencidos", disse o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco (Sindasp/PE), João Carvalho. Já até o dia 31 de março, mais 15 vans-xadrez também serão entregues para uso na função de agente penitenciário. Um benefício de R$ 350, relativo à auxílio-transporte, foi outra conquista da categoria e começa a ser pago a partir de abril deste ano.

Ainda em fevereiro, será aberto concurso com 200 vagas para o cargo de agente penitenciário, com nomeações ainda este ano. Atualmente, em todo o estado, atuam 1533 agentes penitenciários, como salário-base de R$ 2,8 mil. Já a seleção simplificada, que havia sido anunciada pelo secretário da Seres, Pedro Eurico, foi revista pelo governo. "Em março, vamos dar continuidade às negociações. Uma das pautas é que seja dado tratamento isonômico para os agentes penitenciários tal como é para os agentes da Polícia Civil", adiantou Carvalho.

A assessoria de comunicação da SAD confirmou que o pleito dos agentes será atendido, conforme reunião ratificada em ata junto com o Sindasp/PE e secretarias estaduais. "Em março, haverá a abertura de uma nova rodada de negociações, para tratar os outros pontos das pautas da categoria, entre elas a questão salarial", informou a assessoria da SAD.
Postar um comentário