sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Filho de Eduardo Campos toma posse como chefe de Gabinete de PE

João Campos exerce a mesma função ocupada pelo pai no governo Arraes. Governador Paulo Câmara deu posse a outros dois profissionais da equipe.

Do G1 PE

João Campos tomou posse como novo chefe de Gabinete do estado (Foto: Juan Torres / TV Globo)

O filho do ex-governador Eduardo Campos, João Campos, tomou posse como o novo chefe de Gabinete do estado, em cerimônia presidida pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara, nesta quinta-feira (18). Durante o discurso de posse, o jovem recordou que o pai ocupou o meso cargo durante o o segundo governo de Miguel Arraes, de 1987 a 1990, e prometeu se empenhar na função.

O novo chefe de Gabinete do governo reconheceu a inexperiência e pontuou que apenas com humildade vai conseguir ganhar conhecimento específico. "É uma responsabilidade muito grande, é um cargo de confiança do governador que tem por função ajudar a organizar os ofícios do gabinete, organizar agenda, cuidar de questões administrativas do Palácio. Estou muito alegre, muito confiante, e certo de que será um bom desafio", afirmou em entrevista a jornalistas.

O governador Paulo Câmara relembrou Eduardo Campos e ressaltou o legado deixado pelo ex-governador, apontando ainda os desafios do novo integrante do governo. "João vem com a responsabilidade de um cargo que exige, acima de tudo, organização, confiança  e sensibilidade política. E ele vai mostrar isso pra vocês", destacou o governador no discurso.

O evento aconteceu no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo do estado, na área central do Recife, com presença de políticos, secretários e da família do ex-governador Eduardo Campos. A irmã de João Campos, Maria Eduarda Campos, também foi nomeada para um cargo público, só que na Prefeitura do Recife, no dia 4 de fevereiro.

Ruy Bezerra, que até então ocupava a chefia de Gabinete, assumiu a Controladoria Geral do Estado. Rodrigo Amaro, o atual controlador, foi para a Assessoria Especial.

João Campos tem 22 anos e começou a ter uma vida política mais intensa logo após a morte do pai, vítima de um acidente de avião em agosto de 2014. Inclusive, integrou a campanha de Paulo Câmara (PSB) para governador e chegou a assumir cargo dentro do Partido Socialista Brasileiro em Pernambuco, de secretário de organização.

João Campos vai se formar em engenharia
(Foto: Malu Veiga / G1)

Campos vai se formar engenharia civil pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) este semestre e acompanhou o pai desde muito novo nas campanhas eleitorais e nos atividades que Eduardo exerceu.

Ruy é formado em Direito pela Faculdade de Direito do Recife e tem pós-graduação em Gestão Pública e Controle Externo, pela Universidade do Estado de Pernambuco (UPE). É auditor das Contas Públicas do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), desde 1996.

Rodrigo Amaro é administrador e mestre em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e compõe o quadro permanente de docentes da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi gerente de Auditoria, Prestação e Tomada de Contas da Controladoria Geral do Estado. Também foi diretor-presidente da Pernambuco Participações e Investimentos S/A (Perpart).

Protesto
Na porta do Palácio do Campo das Princesas, a dançarina e ex-BBB Bella Maia e o autônomo Cadu Braga esperavam para questionar o governador Paulo Câmara sobre o motivo da nomeação de João Campos. "Queremos questionar ao governandor essa alcunha de "nova política" que o governo prega, mas segue reproduzindo padrões antigos que permeiam a política em todo o Nordeste. Nesse caso a gente vê um sobrenome, não uma construção democrática", afirmou Bela.

Postar um comentário