quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Após denúncia de desvio, secretária de Obras de Goiana se entrega

Operação Imhotep investiga esquema que pode ter desviado, pelo menos, R$ 250 mil dos cofres públicos de Goiana

Rádio Jornal

Pelo menos R$ 250 mil foram desviados dos cofres públicos no município de Goiana, na Zona da Mata Norte do Estado, em um esquema ilegal para contratação de empresas de consultoria na Secretaria de Obras da cidade. Durante a investigação da Operação Imhotep, a polícia concluiu que as irregularidades começaram há um ano, logo após a nomeação da secretária Marlise Mainardes. Ela teria adulterado o processo de licitação para contratar com um valor superfaturado a empresa JBM Engenharia, criada por um ex-funcionário da prefeitura, o arquiteto Josielson Roque de Jesus. 

Por essa empresa, Josielson prestava o mesmo serviço que outros funcionários comissionados, porém recebia seis vezes mais. A investigação da polícia durou seis meses e apurou ainda que Josielson repassava parte do dinheiro para a arquiteta Marie Gabrielle Alves de Souza Mendes e para o engenheiro Adjair Costa Leite Júnior. É o que detalha o delegado titular da Seccional de Goiana, responsável pela operação, Thiago Uchôa.

Uma auditoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE) já foi instaurada para apurar os desvios na contratação. Outras duas auditorias devem agora analisar os gastos de duas obras em Goiana: a Praça Laura Nogueira e a Feira Livre, no valor de mais de R$ 10 milhões. Como explica o assessor de controle externo do TCE, Walter Martins. 

Envolvidos

A secretária de obras de Goiana Marlise Mainardes se entregou na tarde desta quarta-feira, disse só falar em juízo e foi levada para a Colônia Penal Feminina do Recife. Agora, a polícia procura pelo engenheiro civil Adjair Costa Leite Jr, que está foragido. Os demais envolvidos no esquema tiveram a prisão preventiva decretada e já estão no Cotel, em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife, e na Colônia Penal Feminina do Bom Pastor, no Engenho do Meio, Zona Oeste da capital pernambucana

Postar um comentário