segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Preso por vários assaltos em Olinda tinha emprego fixo e carteira assinada

TV Jornal

A polícia apresentou detalhes da prisão de Jéferson Alberto de Melo Moura, 26 anos, suspeito de cometer vários assaltos nas cidades de Olinda e Paulista, no Grande Recife. De acordo com o delegado Gilmar Rodrigues, responsável pelas investigações, o rapaz tinha emprego fixo e horários definidos para cometer os crimes.

"Ele saía de manhã, de 6h, no máximo 6h30, e assaltava até às 8h, 8h30, por que às 9h tinha que estar na empresa. Quando largava, roubava das 19h às 22h", contou o delegado. "Todos os BOs (Boletins de Ocorrência) são nesses horários", pontuou.

Jéferson trabalhava como estoquista em uma empresa localizada na Rua da Concórdia, no Centro do Recife. O rapaz era procurado pela polícia por já ter cometido mais de dez assaltos. Em todos eles, o suspeito agia em parceria com um comparsa, identificado apenas como Fagner.

Reprodução/TV Jornal

Defesa

Na delegacia de Peixinhos, para onde foi levado, Jéferson Alberto de Melo Moura negou o crime. Ele afirmou que a moto dele tinha sido clonada e que não possuía nenhum revólver, como detalhado pelas vítimas. Mas, quando perguntado sobre ter sido reconhecido pelas pessoas, ele preferiu não se pronunciar: "Tenho nada a declarar". O suspeito foi detido na última sexta-feira (23).

Postar um comentário