quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Acusado de matar Frei volta a ser preso

Caso Frei Luciano

Redação Goiana Notícias

 Foto: Cortesia

 

 

 

Um crime que chocou os moradores de Goiana há 13 anos teve mais um capítulo na tarde desta terça-feira (3). Acusado de matar o Frei Luciano Santos, o comerciante Walter Correia, 51 anos, foi preso em seu estabelecimento comercial no Centro da cidade.

 

Durante o processo, que se arrasta na justiça durante esse período, Walter e outro suspeito chegaram a ser presos, mas foram liberados por falta de provas. O crime aconteceu dentro do Convento do Carmo, em Goiana, na noite de 27 de agosto 2003. Segundo a perícia, o Frei morreu após ser empurrado do primeiro andar do Convento.

 

O que chama a atenção da defesa é que no início, o crime chegou a ser investigado por suspeitas passionais. Após 9 meses de investigações suspensas, Walter aparece como suspeito do homicídio. Ainda de acordo com a defesa, “existem muitas contradições nos depoimentos prestados, depoimentos de pessoas alcoólatras foram considerados, depoimentos que comprovam que o acusado estava em outro local com outras pessoas, foram ignorados entre muitos outros detalhes que valem ser reavaliados”.

 

A Polícia Civil de Pernambuco, que efetuou a prisão, irá detalhar a ação nesta quarta-feira (4). O acusado, que aguardava recurso em liberdade, foi levado para a Delegacia de Goiana onde permanece a serviço da justiça

Postar um comentário