quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Estados não querem arcar com custos decorrentes da transposição do São Francisco

Três governadores e um representante do Rio Grande do Norte têm reunião com Eliseu Padilha para discutir o assunto

BÁRBARA LOBAT
Rio São Francisco sofre com estiagem prolongada (Foto: Lúcio Távora / Agência O Globo)

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, receberá nesta tarde um problema de difícil solução: quatro estados que serão beneficiados com a transposição do Rio São Francisco dizem não poder arcar com os custos da operação, principalmente os relacionados à energia elétrica utilizada para levar a água de um local para outro. Os valores acertados com o governo federal eram de aproximadamente R$ 500 milhões por ano. Só que o acordo foi firmado em 2005 em outro contexto econômico e por outros atores políticos.
O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, acompanhará a reunião dos governadores Camilo Santana (Ceará), Paulo Câmara (Pernambuco) e Ricardo Coutinho (Paraíba) e de um representante do governo potiguar com Padilha.

Postar um comentário