segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Motorista que acusou Casa dos Frios de racismo grava vídeo sobre caso

Em vídeo, Mário José Ferreira falou sobre ter sido confundido com assaltante em loja do Recife

JC Online

"Por ser negro, não posso entrar em certos lugares", diz motorista
Foto: Internet/reprodução

Após ser confundido com um assaltante na tarde da última sexta-feira (20) enquanto fazia compras no Empório Gourmet Casa dos Frios, localizado no bairro das Graças, Zona Norte do Recife, o motorista Mário José Ferreira postou um vídeo no facebook relatando o ocorrido e acusando a empresa de racismo. O caso foi primeiramente denunciado pelo patrão de Mário, o advogado Gilberto Lima, e tomou grande repercussão. Segundo o advogado, Mário sempre faz compras na Casa dos Frios, mas costumeiramente está fardado. Ontem, não estava.

"Fui na loja mandado pelo meu patrão para fazer umas compras. Fiz as compras normal, vi que faltou uma parte do dinheiro e fui pegar no carro. Quando voltei, a loja estava fechada só para mim e chamaram a polícia", comenta o motorista no vídeo.

Mário teria deixado uma quantia de R$ 600 no caixa quando se dirigiu ao veículo para pegar o restante do valor. Ainda de acordo com ele, a polícia realizou uma revista vexatória em frente a todos os passantes e depois afirmou que o motorista estava sendo acusado de tentativa de roubo e porte de arma de fogo. Nada foi encontrado durante a revista.

"Depois, o gerente veio falar comigo e pediu para eu deixar para lá. Pediu desculpas e disse que não passou de um mal entendido", diz Mário. "Você é um cidadão que paga seus impostos, mas acredito que por ser negro não pode entrar em certos cantos nesse nosso Pernambuco, e sofre esse tipo de preconceito", completa. 

Em nota, a Casa dos Frios afirmou que a história foi contada de forma equivocada. De acordo com a empresa, a polícia foi chamada porque uma funcionária da loja imaginou ter visto uma arma de fogo escondida embaixo da camisa de Mário. A marca afirmou, ainda, que o procedimento não teve nenhuma ligação com o fato de o motorista ser negro. 

Manifestação

Em repúdio ao ocorrido, um grupo está organizando, por meio de um evento no facebook intitulado "Negr@ só se for fardado? Racismo institucionalizado", uma manifestação contrária à Casa dos Frios. O evento deve ocorrer na segunda-feira (23) a partir das 17h. 

Postar um comentário