quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Participação de preso na Bahia não é confirmada no Caso Beatriz

Mesmo com o reforço da delegada Gleide Ângelo, a Polícia Civil ainda está encontrando muita dificuldade para solucionar o Caso Beatriz, mais de um ano depois do assassinato. Esta semana, os investigadores indicaram que poderia haver uma ligação entre um preso na cidade de Remanso-BA com o caso ocorrido em Petrolina, mas a polícia baiana não confirmou.

Segundo informações da Rádio Jornal, o delegado de Remanso, Rogério Sá Medrado, informou que o suspeito, Altenor Borges de Souza, foi preso naquela cidade por estupro, no entanto, não há informações de participação dele no assassinato de Beatriz Mota. O delegado disse, inclusive, que o suspeito estava preso no Piauí na época do homicídio de Beatriz.

Postar um comentário