quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Paulo Câmara lança Chapéu de Palha da fruticultura em Petrolina, no Sertão

Governador anunciou que a prioridade de 2017 será água e saneamento. Serão beneficiados cerca de 10 mil trabalhadores da fruticultura irrigada.

Por Juliane Peixinho

Do G1 Petrolina

Governador Paulo Câmara lança Programa Chapéu de Palha em Petrolina (Foto: Reprodução/ TV Grande Rio)

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, participou na manhã desta segunda-feira (23) do lançamento do programa Chapéu de Palha da fruticultura irrigada 2017 em Petrolina, no Sertão do estado. Antes da solenidade, realizada Centro de Convenções da cidade, houve ainda a entrega de um caminhão frigorífico para a prefeitura de Petrolina e de quadras poliesportivas no bairro João de Deus, na Zona norte da cidade.

A expectativa do programa é atender cerca de 10 mil trabalhadores da fruticultura dos municípios de Petrolina, Lagoa Grande, Santa Maria da Boa Vista, Orocó, Cabrobó, Belém do São Francisco e Petrolândia. O cadastro segue até o dia 27 deste mês.

Paulo Câmara anunciou que a prioridade de investimento este ano será em água e saneamento básico. “Temos feito a perfuração de poços e pequenas barragens, dando ordem de serviço para oito novas barragens aqui na Zona Rural de Petrolina, além do sistema simplificado de abastecimento de água. Nós também vamos trazer dessalinizadores. E em relação a área urbana, a Compesa está vendo para a gente não precisar de tanto serviço de carro-pipa, quanto a gente tem utilizado nos últimos anos. Ao longo de 2017 nós vamos avançar muito nesta questão, até porque a prioridade de investimento vai ser na área hidríca", ressalta.

O governador fez a entrega de quadras esportivas cobertas e também a migração de quarto escolas estaduais do sistema regular para o sistema integral. Durante a cerimônia, integrantes da União dos Estudantes Secundaristas de Petrolina (Uespe) levaram faixas e protestaram pedindo passe livre nas passagens municipais e meia passagem nas linhas estaduais.

O secretário estadual de planejamento e gestão, Márcio Stefanni, que também esteve na solenidade, revelou que serão cerca de R$ 7,5 milhões investidos no programa. "É uma bolsa dividida em quatro vezes e são para pessoas que moram em Pernambuco. Então, quem mora na Bahia, infelizmente não tem direito. É um complemento para o Bolsa Família e é uma pessoa por família”, explica.

Paulo Câmara seguiu para o município de Afrânio, também no Sertão, onde também cumpriu uma agenda de compromissos

Postar um comentário