domingo, 1 de janeiro de 2017

Recife: rebelião na Funase tem 12 fugitivos

Confusão no Case de Abreu e Lima aconteceu na noite do sábado (31). Presidente da Funase garante que situação já está controlada.

Do Portal G1 - PE

Uma rebelião no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Abreu e Lima, no Grande Recife, resultou na fuga de 12 internos, segundo a Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase). Eles fugiram por um buraco feito no muro da unidade. A confusão começou por volta das 21h de sábado (31).

Nesse domingo (1º), o presidente da Funase, Roberto Franca, esteve no local e garantiu que a situação já foi controlada. Um dos 12 jovens foi recapturado durante a manhã.

A Funase informou ainda que a Polícia Militar segue realizando buscas para tentar localizar os outros socioeducandos que fugiram da unidade de Abreu e Lima. Durante a noite, o Corpo de Bombeiros foi acionado e chegou a enviar dois veículos para o Case. O motivo da rebelião não foi informado.

Reincidência
Outras fugas e confusões foram registradas ao longo de 2016 em unidades da fundação no estado. Doze jovens fugiram da unidade da Funase de Garanhuns, no Agreste do estado, na sexta-feira (30). De acordo com a Polícia Militar, eles renderam dois funcionários da unidade antes da fuga.

Também em dezembro, dois socioeducandos fugiram da Funase de Timbaúba, na Mata Norte do estado, e foram localizados, mas logo depois outros cinco escaparam da mesma unidade. A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), que gere a unidade, informou que os cinco internos, com idades entre 15 e 18 anos, escaparam por uma corda feita com lençóis amarrados, popularmente conhecida como ‘tereza’.

Postar um comentário