quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Seca faz pecuarista vender vacas para alimentar gado no Agreste de PE

Pecuaristas estão enfrentando dificuldades para alimentar os animais. Produção de leite também sofreu uma queda devido ao período de estiagem.

Do G1 Caruaru

 A seca provocou mudanças para alguns pecuaristas no Agreste de Pernambuco. Na zona rural do município de Pedra, Lenilberto Vieira, dono de um sítio, disse que está com dificuldades para alimentar os animais. "Até agora eu venho vendendo algumas vacas para dar comida as outras", afirmou ele.

Seca prejudica pecuaristas em Pedra
(Foto: Reprodução / TV Asa Branca)

Mesmo com o esforço para oferecer uma boa alimentação aos animais, o pecuarista sofre com a queda na produção do leite." Há cinco, seis anos atrás a gente produzia aqui cerca de 1.500 litros de leite por dia, hoje está em torno de 700, 800 litros por dia".

Com a falta de chuva, os pecuaristas precisam comprar alimentos com preços altos, porque os vendedores estão sendo obrigados a buscar o alimento em outros estados. "A silagem tem que trazer da Bahia, antes a gente pegava a 70km daqui", contou Jonas Lima, um vendedor.

Já o pecuarista Ivanildo Almeida contou que mesmo com o preço alto, esses alimentos são a única solução. "Já morreu umas três cabeças esse ano, boi, bezerro, vaca. Se não for esse alimento eles morrem de fome".

Postar um comentário