terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

AMUPE muda regras e impede disputa pela presidência

A AMUPE ALTEROU A DATA DA ELEIÇÃO PARA EVITAR A DISPUTA ELEITORAL, NAO ENVIOU O EDITAL AOS MUNICÍPIOS
A Associação Municipalista de Pernambuco, atraves do seu Presidente Luciano Torres, e o ex José Patriota utilizaram de artimanhas baixas para se manter no cargo sem a disputa eleitoral, voto a voto como manda o regimento daquela entidade.
Anteciparam a eleição e ainda fizeram pegadinhas no edital, a chapa teria que se inscrever dez dias úteis antes do pleito.
Ou seja, Dr Geovani foi impedido de ser candidato, o  prefeito de ITAQUITINGA que já havia formado chapa para enfrentar a atual gestão, em detrimento de candidatura única de Patriota, ficou impossibilitado de concorrer a eleição, que se realizará nos próximos dias.




AMUPE MUDA AS REGRAS DO JOGO PARA ACLAMAR PATRIOTA


A AMUPE , Associação Municipalista de Pernambuco, comandada por Luciano Torres/Patriota tomaram decisões que na prática impedem o livre processo democrático de escolha dos seus dirigentes. Além da alteração nos seus estatutos numa manobra clara para beneficiar o prefeito de Afogados da Ingazeira, Patriota(PSB), estabeleceram parâmetros que na prática inviabilizaram o debate e apresentação de uma chapa de oposição formada pelos prefeitos de Itaquitinga, Dr GeovanI(PMN) , e de Itamaracá, Tato(PSB), com a adesão de vários prefeitos de outras regiões. 

Ainda se registre que o edital para as eleições não foram enviados aos municípios em tempo hábil, aniquilando desta forma a disputa eleitoral.

“Lamentamos profundamente que a AMUPE não tenha tido a sensibilidade de respeitar o processo democrático e com atitudes que mais parecem cartas marcadas, resolveram levar a falsa unanimidade entre os Prefeitos pernambucanos que não se sentem representados pela entidade. Deixo aqui o meu protesto e a certeza de que a democracia perde uma grande oportunidade. Mas nós prefeitos que não concordamos com essas práticas sorrateiras, saberemos como trabalhar para o fortalecimento do municipalismo.” Comentou Dr Geovani.
Postar um comentário