quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Suspeito de participar de assalto contra a Brinks é detido para averiguação



O homem suspeito de envolvimento no assalto contra a empresa de segurança de valores Brinks, que aterrorizou a Zona Oeste do Recife na madrugada dessa terça-feira, foi detido para averiguação. A polícia não cravou a participação dele e nem detalhou qual seria seu papel durante a investida, mas confirmou que há um suposto membro da quadrilha sob custódia para prestar depoimento.

A resposta da polícia foi anunciada durante a posse do novo chefe de Polícia Civil de Pernambuco, delegado Joselito Kehrle, na tarde desta quarta-feira. "Uma pessoa foi detida, mas a gente não tem a comprovação da participação dele ainda. É preciso que o material que foi recolhido e encaminhado para a perícia retorne e, através do confronto dessas impressões digitais e material orgânico, a gente poderá se posicionar com uma certeza maior. Ainda é prematuro", explicou o delegado.

Segundo o novo gestor, não está descartada a participação de Paulo Donizetti no crime. Ele é apontado como um dos maiores assaltantes de banco do país e foi preso no último dia 07, em um lava-jato em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. "Nós temos uma força-tarefa dedicada exclusivamente para crimes violentos patrimoniais. O Paulo Donizetti, obviamente, está sendo investigado. Se houve ou não a participação dele ou de outros integrantes da associação criminosa liderada por ele, vamos descobrir", complementou Joselito Kehrler. "O que houve foi a prisão do Donizetti há alguns dias e, como a gente sabe que ele não atua sozinho, mas com grande articulação, se houver algum remanescente, será foco da nossa investigação também". 

Os detalhes da investigação sobre o assalto seguem em sigilo, mas a polícia adiantou que vai ouvir os moradores da área para tentar encontrar respostas sobre a forma de atuação da quadrilha e seu paradeiro.

Fonte: Diário de Pernambuco

Postar um comentário