terça-feira, 28 de março de 2017

Mais um banco explodido em Pernambuco



Uma unidade do banco Bradesco foi alvo de bandidos, com explosão de caixa eletrônico, na madrugada desta terça-feira (28), em Lagoa de Itaenga, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, a aproximadamente 65 quilômetros do Recife. Segundo os moradores, o crime aconteceu por volta das 3h30, com barulho de explosão.


Equipes da Polícia Militar foram acionadas e encaminhadas ao local. Não se sabe ainda quantas pessoas participaram da investida criminosa ou se conseguiram levar dinheiro dos caixas eletrônicos do local.


O posto bancário ficou completamente destruído após a investida. Nas imagens enviadas para o WhatsApp da TV Globo, é possível ver que o teto de gesso foi destruído e pedaços caíram no chão do posto.


G1 entrou em contato com o Bradesco, que informou que "está avaliando os danos ocorridos para reestabelecer o atendimento em Lagoa de Itaenga". Ao todo, foram registradas, nos dois primeiros meses do ano em Pernambuco, 20.276 ocorrências, que incluem roubos a ônibus, bancos e veículos. A Secretaria de Defesa Social divulga apenas no dia 15 o número de crimes registrados. No dia 7 de março, seis suspeitos de participaram de um assalto à agência do Banco do      Brasil situada na via local da Avenida Agamenon Magalhães, na área central da capital  pernambucana. No dia 2 do mesmo mês, duas agências bancárias do Cabo de Santo       Agostinho, no Grande Recife, foram alvos de bandidos. A investida teve explosões, troca de  tiros e testemunhas feitas de refém. Em janeiro deste ano, o Sindicato dos Bancários de Pernambuco divulgou um balanço das ações criminosas praticadas contra instituições financeiras em 2016. O documento mostra que ocorreram, entre janeiro e dezembro, 346 casos de violência em 56 dos 184 municípios pernambucanos. Isso equivale a 30,43% do total de cidades. O levantamento aponta para 250 arrombamentos e explosões, sendo 176 em locais como mercados e postos de gasolina. O documento aponta, ainda, que o Agreste foi a área mais atingida pelas ações. Ao todo, 29 cidades que registraram ações violentas ficam na região. Isso significa 51% do universo afetado. Em seguida, aparecem a Região Metropolitana do Recife e o Sertão, com nove cidades relacionadas a crimes em 2016, ou 9% do universo atingido. Na Zona da Mata, também foram nove municípios prejudicados.

Fonte: G1


Postar um comentário