sábado, 11 de março de 2017

Temer tenta assumir paternidade de transposição do São Francisco



Presidente diz que quer "superar divisões no país"

POR SIMONE IGLESIAS

O presidente Michel Temer visita trecho de obra da transposição do rio São Francisco - Beto Barata/Presdiência

BRASÍLIA - O presidente Michel Temer viajará nesta sexta-feira à Paraíba para visitar obras da transposição do São Francisco, numa cerimônia que marcará a chegada das águas do rio ao estado. A paternidade da obra, iniciada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tem sido alvo de disputa entre o petista e o peemedebista.

Numa alfinetada aos governos Lula e Dilma, o presidente diz que esta será mais uma obra iniciada no passado que será concluída em sua gestão.

- Uma vez totalmente concluído, o projeto São Francisco garantirá a segurança hídrica de 12 milhões de pessoas no Nordeste. A conclusão do Eixo Leste significa o fecho de mais uma obra que se havia iniciado no passado - anunciou o porta-voz da Presidência, embaixador Alexandre Parola.

Ele reforçou que ações como esta, que têm sido priorizadas pelo atual governo, "revelam a preocupação do presidente Michel Temer em superar divisões no país, buscando o diálogo, a eficiência e a pacificação em benefício de todo o povo brasileiro.

O porta-voz disse também que projetos e iniciativas que beneficiam a população nordestina têm recebido atenção prioritária das autoridades dos vários ministérios. No Nordeste, Temer amarga seu mais baixo grau de popularidade.

- O governo federal espera concluir ainda neste ano as obras do Eixo Norte, que já apresentam 94,52% de execução. A finalização desse trecho permitirá levar água até a região metropolitana de Fortaleza, beneficiando municípios no Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte - reforçou Parola.

Postar um comentário