terça-feira, 11 de abril de 2017

Aécio diz que vai “desmascarar mentiras”




Os senadores Aécio Neves (MG), presidente do PSDB, e Romero Jucá (RR), presidente do PMDB, são os políticos com o maior número de pedidos de abertura de inquérito feitos pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Edson Fachin, com cinco cada um, segundo informações divulgadas pelo jornal O Estado de S. Paulo.


Por meio de nota, o senador Aécio Neves (MG), presidente nacional do PSDB, diz considerar importante o fim do sigilo sobre o conteúdo das delações e afirma que "assim será possível desmascarar as mentiras e demonstrar a absoluta correção de sua conduta".


O senador Romero Jucá (RR), presidente do PMDB, afirma em nota que sempre esteve e sempre estará à disposição da Justiça para prestar qualquer informação. "Nas minhas campanhas eleitorais sempre atuei dentro da legislação e tive todas as minhas contas aprovadas", afirmou o senador.


A bancada do PSDB na Câmara também emitiu nota, na qual "reafirma sua confiança na Justiça e nas instituições. O fim do sigilo das investigações permitirá que os citados exerçam plenamente o direito de defesa e que a verdade, enfim, prevaleça". Os deputados tucanos afirmam que "é fundamental, todavia, que o trabalho das instituições não paralise o país. Há uma agenda de reformas pendente no Congresso e elas são cruciais para a reativação da economia e a geração de emprego"


Postar um comentário