segunda-feira, 3 de abril de 2017

Com time da base, Sport mostra esquema moderno, promessas e empata com Salgueiro



Placar justo de 2 a 2 levou Leão para segunda posição do Pernambucano 2017


   

Sport levou gol logo com um minuto de jogo, mas conseguiu se recuperar na partida da Ilha do Retiro


O jogo de testes para o Sport diante do Salgueiro, nesta quinta-feira, na Ilha do Retiro, mostrou a força da base do clube. Diante do já assegurado líder do hexagonal final do Campeonato Pernambucano, o Leão mostrou um sistema tático moderno e com atletas que podem gerar bons frutos. Em campo a pedido de Ney Franco, Fábio se destacou no segundo tempo, mas, assim como o resto do time, teve o fim do jogo comprometido com a expulsão polêmica de Wallace, aos 26 minutos. No fim, o placar de 2 a 2 acabou sendo justo - mesmo com os dois tentos do Carcará sendo frutos de infelicidades da defesa rubro-negra.

Com o resultado, o Sport passa a somar 14 pontos e assume a segunda posição do Estadual. Já o Carcará, que voltou a fazer mais um jogo pragmático, mas que, no fim, garante o resultado, ampliou a liderança na competição e soma 20 pontos. Na próxima quinta-feira, o Rubro-negro mergulha em outra competição e inicia a disputa da Copa Sul-Americana diante do Danubio, na Ilha do Retiro.

Primeiro tempo

Além das caras novas, o Sport recheado de atletas da base tem uma proposta de jogo diferente do time principal. Formado no 3-4-3 quando está com a bola, a equipe do técnico Junior Câmara incorpora um estilo moderno, que está em alta na Europa. Mas, apesar da proposta interessante, os primeiros minutos em campo foram ruins. Logo no primeiro deles, por sinal, o volante João Victor não conseguiu reagir a tempo após Ranieri cabecear, a bola bateu nele e acabou indo contra a própria meta.

Sair atrás do placar tão cedo provocou nervosismo nos jovens rubro-negros. Principalmente no setor defensivo, o Sport passou a apresentar falhas pontuais na marcação, deixando atletas do Salgueiro livres. Autor do gol contra, por exemplo, João Victor pareceu ter acusado o golpe. Mostrou-se  inseguro nos botes e na saída de jogo. 

Fotos: Sport 2 x 2 Salgueiro























Ricardo Fernandes/DP



Ricardo Fernandes/DP



Ricardo Fernandes/DP



Ricardo Fernandes/DP



Ricardo Fernandes/DP



Ricardo Fernandes/DP



Ricardo Fernandes/DP



Ricardo Fernandes/DP



Ricardo Fernandes/DP



Ricardo Fernandes/DP



Ricardo Fernandes/DP



Na penúltima rodada do hexagonal do título no Pernambucano, Leão escalou a equipe sub-20 para a partida, enquanto o Salgueiro, já garantido como líder da fase, entrou em campo com o time principal.

Além dele, os meias Fábio e Juninho - esse último atuou como referência no ataque - tiveram atuação discreta apesar do pedido do técnico Ney Franco para estarem em campo. Ainda assim, aos 27, o Sport conseguiu empatar o jogo com um chute preciso de Índio. Depois disso, mais tranquilo, o Leão passou a mostrar uma proposta tática interessante. Teve trocas de posição no ataque, mas poucas chances foram criadas.

Segundo tempo

Após mostrar boa organização tática no primeiro tempo, o Sport passou a ter o talento individual na etapa final. Antes apagada, a dupla Juninho e Fábio apareceu com destaque. O primeiro deu assistência para o meia acertar um lindo chute de fora da área e virar o placar a favor do Leão, aos 13 minutos.

A vantagem deu a tranquilidade que o Sport queria. Com isso, foi possível detectar atletas que melhor aproveitaram a oportunidade. Na defesa, Chico mostrou segurança. No meio, João Victor se redimiu. No ataque, Juninho e Fábio justificam estar no elenco profissional. Porém, quando estava no seu melhor momento, um golpe de azar para os leoninos voltou a deixar o placar igual. Aos 24, Álvaro chutou cruzado, a bola desviou em Adryelson e entrou no gol.

Pouco depois, Wallace acabou se envolvendo em um lance polêmico. Ao correr para tentar recuperar a bola, seu joelho esquerdo acabou acertando o pé de Levi, que caiu ao chão. Em seguida, o atacante rubro-negro levou cartão vermelho apesar das reclamações. 

Ficha do jogo

Sport 2

Mailson; Adryelson, Chico e Dayvid (J. Erick); Elias, João Victor, Caio (Pedro Vitor), Alison (Wallace), Fábio e Índio; Juninho. Técnico: Junior Câmara

Salgueiro 2

Mondragon; Marcos Tamandaré (Jean), Ranieri, Luiz Eduardo e Daniel; Rodolfo Potiguar, Moreilândia (Álvaro), Toti e Valdeir; Willian Lira e Levi (Alexon). Técnico: Evandro Guimarães

Local: Ilha do Retiro (Recife). Gols: João Victor (contra, ao 1min do 1ºT), Índio (27min do 1ºT), Fábio (13min do 2°T), Álvaro (24min do 2ºT). Cartões amarelos: João Victor, Alison, Pedro Vitor, Fábio (SPO); Daniel, Ranieri (SAL). Cartão vermelho: Wallace (SPO). Árbitro: Gilberto Castro Júnior (PE). Assistentes: Albino de Andrade Albert Junior e Ricardo Bezerra Chianca (PE). Público: 4902 pessoas. Renda: R$ 3.085,00

Postar um comentário