quinta-feira, 20 de abril de 2017

Ex-gerente do Ciods indiciado por corrupção e falsidade ideológica

No último dia 12, foi publicado no Diário Oficial do estado o pedido para que o coronel Ricardo Fentes seja submetido ao Conselho de Justificação

Por: Diario de Pernambuco

O ex-gerente do Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciods) coronel Ricardo Fentes foi indiciado pelos crimes de corrupção passiva e falsidade ideológica. Segundo a Polícia Civil de Pernambuco, no mesmo inquérito, também foram indiciados os empresários Edmilson Carneiro da Silva, Gilberto Lopes Bezerra Júnior e João Gonçalves da Silva Neto pelo crime de corrupção ativa.

Ainda segundo a polícia, o coronel confessou ter recebido indevidamente o valor de R$ 400 mil reais em contratos de prestação de serviço ao Ciods, ao longo da sua gestão, no ano de 2015. O crime de falsidade ideológica é relativo à emissão de falso atesto da conclusão de serviços para que as empresas pudessem receber o valor de contrato. A investigação foi realizada pela Delegacia de Polícia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp) e resultou na saída de Fentes do cargo.

No último dia 12, foi publicado no Diário Oficial do estado o pedido para que o coronel Ricardo Fentes seja submetido ao Conselho de Justificação, atendendo proposta do secretário de Defesa Social. O Conselho de Justificação pode determinar a perda da patente do coronel.

Procurado pelo Diario, coronel Fentes informou que ainda não havia sido informado do seu indiciamento. Disse também que iria provar sua inocência na Justiça e negou que tivesse confessado em depoimento o recebimento de R$ 400 mil.


Postar um comentário