sexta-feira, 28 de abril de 2017

Greve Geral em Pernambuco com grande adesão

CUT contabiliza grande adesão à greve geral desta sexta-feira

"Vamos manter os direitos da classe trabalhadora com uma grande greve amanhã no Recife e no Brasil todo", defende Paulo Rocha, vice presidente da CUT

Por: Diario de Pernambuco

CUT contabiliza grande adesão à greve geral desta sexta-feira. Foto: CUT/ DivulgaçãoContabilizando uma grande adesão dos setores públicos federal, estadual e municipal, na educação pública e privada, nas áreas de saúde, transporte de massa, no setor misto e em boa parcela de empresas e fábricas em Pernambuco, a Central Única dos Trabalhadors (CUT) detalhou, na manhã desta quinta-feira, os informes da greve geral contra as reformas trabalhistas e da Previdência no estado.

"A greve neste momento já é vitoriosa. Toda a sociedade pernambucana, toda a classe trabalhadora está pulsando essa informação. A gente vai barrar nas ruas, nas lutas, o que um grupo de deputados e deputadas incompetendes está fazendo sem saber o que está sendo discutido. Vamos manter os direitos da classe trabalhadora com uma grande greve amanhã no Recife e no Brasil todo. Vamos fechar o cerco e ampliar em direção a uma greve por tempo indeterminado, se precisar", adiantou Paulo Rocha, vice presidente da CUT em Pernambuco, durante entrevista coletiva realizada na sede da nova Central, no Edifício Círculo Católico, na Boa Vista.

Além das categorias que já haviam decidido parar, a CUT acrescentou esta manhã a adesão de mais categorias ao movimento paredista nacional. Engrossaram a greve os policiais rodoviários federais, policiais civis, policiais federais e guardas municiais de Recife, Camaragibe e Ipojuca. O número de trabalhadores paralisados em protesto ainda pode aumentar. "Caso os aeronautas parem e a decisão será tomada hoje, os aeroportos vão parar. Estamos hoje nas portas das fábricas e empresas fazendo mobilizações. Inclusive muitas prefeituras em Pernambuco decretaram ponto facultativo mediante a mobilização que está sendo colocada nas cidades", acrescentou Rocha.

No Recife, o ponto alto dos protestos vai contar com ato público e caminhada. A manifestação começa às 14h, na Praça do Derby. De lá, por volta das 15h, os manifestantes sairão em caminhada em direção ao Marco Zero do Recife. Além disso, serão realizados atos em mais de 30 municípios e mais de 50% das cidades pernambucanas farão atividades públicas ao longo do dia.

Confira as categorias que já anunciaram que cruzarão os braços nesta sexta-feira, segundo a CUT:

 

Policiais rodoviários federais

Policiais civis

policiais federais

Guardas Municiais de Recife, Camaragibe e Ipojuca

Rodoviários (motoristas e cobradores de ônibus)

Metroviários
Aeroportuários
Aeronautas
Metalúrgicos
Bancários
Polícia Civil
Servidores da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe)

Servidores do Ministério Público de Pernambuco (MPPE)

Servidores Públicos federais do INSS

Servidores do Ministério do Trabalho

Servidores do Ministério da Saúde 

Professores da UPE
Professores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Trabalhadores da Previdência Social
Trabalhadores dos Correios

Professores da rede municipal do Recife

Trabalhadores dos Correios
Petroleiros
Servidores Municipais do Paulista
Servidores Administrativos Fazendários
Servidores da Universidade de Pernambuco
Servidores do Poder Judiciário
Guardas Municipais do Recife
Trabalhadores em Processamento de Dados das empresas federais, estaduais, municipais e de empresas privadas.
Trabalhadores Químicos
Trabalhadores de Estabelecimentos de Ensino da Rede privada
Trabalhadores Públicos da Agricultura e Meio Ambiente do Estado de Pernambuco 
Trabalhadores Portuários
Professores de Jaboatão dos Guararapes
Trabalhadores em Educação de Pernambuco
Servidores Municipais do Recife
Enfermeiros
Servidores Federais
Servidores estaduais da administração direta e indireta
Agentes Comunitários do Recife
Assistentes Sociais
Psicólogos
Farmacêuticos
Odontologistas
Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais
Agentes de Segurança Penitenciária e Servidores do Sistema Penitenciário
Auxiliares e Técnicos de Enfermagem de Pernambuco
Auxiliares e Técnicos em Saúde Bucal
Associação dos Profissionais de Educação Física
Trabalhadores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária
Trabalhadores da Construção Pesada
Trabalhadores em Asseio e Conservação
Condutores de Ambulância de Pernambuco
Sindicato dos Porteiros
Vários servidores públicos municipais, como por exemplo, de Buíque, São Bento do Uma, Bezerros, Abreu e Lima, Riacho das Almas, Iato, Exu, São Vicente Férrer, Tacaimbó. Tupanatinga, Itaquitinga, Sertânia, Moreno, Gravatá.

Os servidores públicos federais do INSS, Ministério do Trabalho e Ministério da Saúde aderem à mobilização nacional desta sexta-feiraO Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência Social em Pernambuco (Sindsprev-PE) orienta os usuários que tiverem agendamentos marcados para sexta-feira a ligar para o 135 e solicitar informações sobre o reagendamento. 

Na noite desta quarta-feira, trabalhadores dos Correios entraram em greve por tempo indeterminado e aderiram à greve nacional. Ao todo, cerca de 3.500 servidores cruzam os braços em Pernambuco, interrompendo serviços de entrega de correspondências e encomendas.

Pela manhã, os cerca de 1.600 trabalhadores do estaleiro Vard Promar em Suape-PE, em assembléia junto com o Sindicato dos Metalúrgicos, aderiram à paralisação. Os 3.600 trabalhadores do estaleiro Atlântico sul também vão cruzar os braços, paralisando o setor naval em Pernambuco.

Os auditores fiscais e julgadores tributários da Secretaria da Fazenda de
Pernambuco (Sefaz-PE) também aprovaram a paralisação das atividades na próxima sexta-feira. A suspensão dos serviços vai afetar todas as 26 Agências da Receita Estadual (ARE’s), a sede da secretaria, no Edifício San Rafael, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE), além dos 15 Postos
Fiscais (PF’s).

A Federação dos Empregados do Comércio de Bens e de Serviços do Norte e do Nordeste (Feconeste) e seus 34 sindicatos filiados das regiões Nordeste e Norte declaram, no início da tarde desta quarta-feira, apoio e adesão à greve geral

Postar um comentário