segunda-feira, 3 de abril de 2017

GUERRA FRIA: ‘Quem não ouve, erra sozinho’, diz Renan Calheiros sobre governo Temer

 


O líder do PMDB no Senado e ex-presidente da Casa, Renan Calheiros (AL), voltou a atacar o governo neste domingo por meio de suas redes sociais. Em vídeo postado em sua conta no Twitter, Renan diz que o governo “continua errático” e sentencia, em tom de ameaça: “Quem não ouve, erra sozinho”.


Os ataques do líder têm sido interpretados por auxiliares do Palácio do Planalto como reação de Renan ao fato de o governo tê-lo contrariado em ao menos duas ocasiões, ao sancionar rapidamente o projeto da terceirização, aprovado pela Câmara dos Deputados, e ter indicado Leonardo Henrique de Cavalcante para o TRF (5ª Região) — apadrinhado pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) — em detrimento de um nome escolhido por Renan. A falta de disposição do governo em recriar o Ministério dos Portos, onde poderia ser abrigado um indicado de Renan, também incomoda o peemedebista.


“A sanção presidencial da terceirização irrestrita e a insistência do governo em fazer a reforma da Previdência, que pune trabalhadores e o Nordeste, significa dizer que o governo continua errático. E quem não ouve, erra sozinho”, diz Renan na mensagem em seu Twitter.


Na quinta-feira, um dia após comandar uma mobilização contra o projeto da terceirização, Renan Calheiros postou em seu Twitter vídeo no qual criticava o governo pelas medidas anunciadas na área econômica, como o contingenciamento de R$ 42 bilhões e o fim do programa de desoneração da folha de pagamentos.


“Corte de investimento público, reoneração da folha, aumento de imposto, terceirização geral, tudo isso junto só vai drenar as energias de uma economia que não consegue se levantar. O governo precisa conversar antes”, pontuou o peemedebista.


Fonte: O Globo


Postar um comentário