quinta-feira, 20 de abril de 2017

Operação das polícias Civil e Militar no Agreste

"OPERAÇÃO ArmaGEDOn" - POLICIAS CIVIL E MILITAR CUMPREM MANDADOS DE PRISÃO, BUSCAS E APREENSÕES EM SALOÁ E IATI




Na manhã de hoje (20.04.17), a equipe da Delegacia de Saloá, sob o comando do Delegado Alysson Câmara em operação integrada, denominada "ArmaGEDOn", com as equipes da 22ª Delegacia-Garanhuns, Divisão de Homicídios, Delegacias de Iati, Caetés, Paranatama, Lagoa do Ouro, São João, além das equipes de Operações PM/PE, CIOSAC PM/PE, GUARNIÇÃO ITINERANTE 2 PM-PE, RURAL PM- PE, NIA PM-PE e Malhas da Lei PM-PE, deram cumprimento a diversos mandados de prisão e buscas e apreensões,  resultando nas prisões de: ALEXANDRO FÉLIX DOS SANTOS, vulgo: "Sandro de Bia" (37 anos, pintor automotivo), residente na cidade de Iati, JOSEMIR DE ARAÚJO (26 anos, agricultor) - com quem foi encontrado um revólver Calibre 38, ALCIMAR LEITE FERREIRA SILVA, vulgo. "OIA DE FOIA" ou "GALEGO" (28 anos, servente), JANDUIR VENÂNCIO DA SILVA, vulgo: "GEDO" (agricultor) e LUÍS JANUÁRIO DA SILVA, vulgo LUÍS  (agricultor), residentes na cidade de Saloá/PE, suspeitos de envolvimento no assassinato do jovem RODOLFO DE LIMA (23 anos, agricultor), morto a tiros na noite do dia 19/03/2017, no Sítio Mata Verde, zona rural de Saloá.


 Todos os presos e materiais apreendidos foram encaminhados à 18ª Delegacia Regional de Garanhuns,  onde os interrogatórios, prisão em flagrante e apreensões serão conduzidos pelo Delegado Alysson Câmara e equipe, após o que todos os presos serão encaminhados à Cadeia Pública de Saloá, onde permanecerão à disposição da Justiça.
O nome da operação "ArmaGEDOn" foi em alusão ao apelido de um dos presos na operação JANDUIR VENÂNCIO DA SILVA, vulgo "GEDO", apontado como executor da vítima e envolvido em outros homicídios em Saloá e região.

A Polícia  Civil  pede a quem puder colaborar, fornecendo informações sobre os crimes praticados pelo grupo, que entre em contato com o Disque-denúncia, através do fone: 81-3719-4545, o anonimato será garantido.


Arlete Santos

Postar um comentário