terça-feira, 18 de abril de 2017

Polícia Civil faz ação contra quadrilha suspeita de nove assassinatos no Grande Recife



'Operação Escudo da Juventude' foi deflagrada na manhã desta terça-feira (18), em Paulista e Olinda. A Justiça expediu 31 mandados de prisão e 16 de busca e apreensão.




Sede do Depatri - Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais, no bairro de Afogados, no Recife (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou, na manhã desta terça-feira (18), uma operação para prender suspeitos de integrar uma quadrilha apontada como responsável por nove assassinatos. O grupo, de acordo com a polícia, também tem envolvimento com tráfico de drogas e roubos, em Olinda e Paulista, no Grande Recife.


A ’Operação Escudo da Juventude’ é a nona ação de repressão qualificada desencadeada este ano em Pernambuco. Foram expedidos pela Justiça de Paulista 31 mandados de Prisão e 16 de busca e apreensão. Entre os mandados de prisão, 10 têm como alvos detentos capturados ao longo investigação e 21 são contra pessoas foragidas.


Participam da ação 120 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. A investigação foi supervisionada pela Chefia da Polícia Civil e coordenada pela Diretoria Integrada Metropolitana (DIM), por meio da 8ª Delegacia Seccional e da Delegacia de Polícia do Janga.


Os alvos presos e todo material apreendido serão encaminhados ao Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), na Zona Oeste do Recife.


Estatísticas

Em março de 2017, mais de 17 pessoas foram assassinadas por dia em Pernambuco. A média foi de 17,6 homicídios. Ao todo, segundo dados da Secretaria de Defesa Social (SDS), divulgados no site, foram registrados 548 crimes violentos letais intencionais (CVLI) no período de 31 dias.


No primeiro trimestre deste ano, foram registrados 1.522 assassinatos no estado. Isso significa um terço do total de homicídios notificados em todo o ano de 2016. O número da violência do terceiro mês de 2017 é 38% maior do que o de março do ano passado, quando foram contabilizadas 395 mortes.


Em 2016, em todo o estado, foram registrados 1.057 homicídios nos primeiros três meses, com 4.479 durante todo o ano. Esses números foram 15% maiores do que os registrados em 2015, de acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social.


Este ano, o interior do estado foi a região em que houve o maior número de homicídios, com 828 mortes durante os primeiros três meses. Logo em seguida, vem a Região Metropolitana do Recife, com 454 e, sozinha, a capital foi palco de 240 assassinatos


Postar um comentário