terça-feira, 11 de abril de 2017

Silvio diz que ministros agridem Pernambuco


Magno Martins


A decisão dos ministros pernambucanos do governo Temer (PMDB) – Mendonça Filho (DEM); Bruno Araújo (PSDB); Fernando Filho (PSB) e Raul Jungmann (PPS) - de retornarem à Câmara Federal para votar a favor das reformas da Previdência e Trabalhista é uma afronta sem precedentes ao povo de Pernambuco, disse, há pouco, o deputado federal Silvio Costa (PTdoB). "Esses ministros ajudaram a derrubar o governo da presidente Dilma e foram premiados com os seus ministérios. Agora, participam de uma articulação política pesada para aprovar projetos que retiram direitos históricos conquistados pelos trabalhadores do Brasil", afirmou. 


Ele disse que como vice-líder, vai enfrentar - ao lado dos demais deputados federais da oposição - o rolo compressor articulado no último domingo (09/04) entre Michel Temer, Rodrigo Maia (PMDB) e Eunício Oliveira (PMDB), na residência oficial da Câmara dos Deputados, "com o objetivo de atropelar os parlamentares oposicionistas e aprovar, de todo o jeito, esses projetos que agridem a classe trabalhadora brasileira". 


Lamento que os ministros pernambucanos tenham participado de ardilosa manobra política para defender os interesses de um governo cuja marca é penalizar os menos favorecidos do país. 


Postar um comentário