quinta-feira, 4 de maio de 2017

Demissões feitas por Temer foram “um tiro no pé”, diz o deputado Sílvio Costa




O deputado Sílvio Costa (PTdoB) declarou em Brasília nesta quarta-feira (3) que a decisão do presidente Michel Temer de retaliar os parlamentares infieis que votaram contra a reforma trabalhista equivale a um “tiro no pé”.


“Muitos deputados que iriam votar a favor da reforma da previdência agora não vão mais em solidariedade aos colegas que tiveram afilhados políticos demitidos”, disse o deputado pernambucano.

Calcula-se em Brasília que o presidente da República estaria com a caneta afiada para demitir cerca de 30 ocupantes de cargos de terceiro e quarto escalões.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, um dos parlamentares punidos seria Gonzaga Patriota (PSB-PE), que teria um afilhado político no INSS, mas ele negou a informação.

Diz que não indicou ninguém para este governo e que, portanto, não tem o “rabo preso” a “seu ninguém”.

Postar um comentário