quinta-feira, 18 de maio de 2017

'Fiquei impressionado', diz Lauro Jardim, jornalista que revelou delação da JBS

Ueslei Marcelino/Arquivo/Reuters

Por: Metro Jornal

 


O jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, disse que ficou impressionado com as denúncias dos donos da JBS contra o presidente Michel Temer, que teria dado aval para a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. Em entrevista a José Luiz Datena na Rádio Bandeirantes, Jardim afirmou que o mais espantoso já foi publicado, mas novas provas ainda serão reveladas.

“O mais forte, o mais espantoso já está publicado. As gravações e esses diálogos do presidente Temer e do senador Aécio. Agora tem ainda detalhes que vão ser expostos nas próximas 24 horas. Daqui a pouco vou publicar no meu blog as fotos que são impressionantes das malas de dinheiro e tudo que foi entregue e filmado pela Polícia Federal”, afirmou.

“A reação que tive há 3 semanas atrás quando eu tive a primeira posição do escândalo me deixou absolutamente aparvalhado, impressionado”, completou.

Jardim disse ainda que não teve acesso aos áudios das conversas, mas possui a transcrição dos diálogos.

“O áudio está em poder dos procuradores. Foi devidamente ouvido pelos procuradores. Ele é claríssimo. Ele vai aparecer em seu tempo. Em algum momento o sigilo será levantado. Os diálogos vão estar disponíveis para a população toda. Eu tenho a transcrição, eu não ouvi os diálogos”.

De acordo com Jardim, Joesley e Wesley Batista fecharam um acordo com os procuradores que incluem o pagamento de uma multa de R$ 225 milhões de reais para fazer a delação. Eles ainda ficarão em liberdade total.

Postar um comentário