quarta-feira, 3 de maio de 2017

Polícia Sergipana expõe detalhes dos assaltantes mortos após assaltar a Coca Cola Garanhuns

FIZERAM REFÉNS E LEVARAM DINHEIRO, ARMA E COLETE:Polícia de Sergipe concede coletiva e dá mais detalhes sobre morte de bandidos que assaltaram depósito da Coca em Garanhuns



Na manhã desta terça-feira, 02, a Polícia Civil de Sergipe, por meio do Complexo de Operações Policiais Especiais (COPE), deu detalhes sobre a desarticulação, na madrugada do último sábado, 29, de uma associação criminosa responsável pela prática de diversos roubos a grandes distribuidoras e postos de combustíveis em Sergipe e outros estados. Na operação cinco suspeitos foram mortos no interior de Sergipe, horas depois de assaltaR o depósito da Coca Cola, na PE, 177, em Garanhuns.

Segundo o delegado André Davi, do COPE, de Sergipe, o grupo já vinha sendo investigado desde fevereiro deste ano, em razão de roubos praticados contra duas distribuidoras e a um posto de combustíveis em Sergipe 

Na noite da última sexta-feira, 28, os cinco integrantes do grupo, identificados como Adevaldo de Jesus Santos, 28 anos; Givaldo dos Santos, 35 anos; Janysson dos Santos Lima, 22 anos; Iago da Costa Santos, 23 anos; e Jean Carlos Nascimento da Graça, 28 anos; realizaram mais um assalto, dessa vez a uma distribuidora da Coca Cola localizada em Garanhus, fazendo parte dos funcionários reféns. Os bandidos ainda trocaram tiros com a polícia local, mas acabaram fugindo levando malotes de dinheiro, além de um revólver e um colete balístico.

De posse dessas informações, as equipes do COPE foram acionadas a fim de interceptar o grupo, que seguia em direção a Sergipe utilizando três veículos, sendo dois VW/ Golf e um VW/Gol, todos com placa de Sergipe. O quinteto foi localizado enquanto trafegava pelas proximidades da zona rural de Monte Alegre.

O delegado André Davi ainda destacou que as ações dos criminosos eram extremamente organizadas: "Todo o planejamento dos roubos era muito bem arquitetado, as armas utilizadas por eles tinham grosso calibre e ao serem interceptados pela polícia não exitaram em tentar empreender fuga".

No momento da abordagem, os criminosos acabaram reagindo à ordem de prisão, deflagrando vários disparos contra os policiais. No confronto, o quinteto acabou atingido e encaminhado ao Hospital de Nossa Senhora da Glória, vindo depois a óbito.

De acordo com a delegada geral de Polícia Civil, Katarina Feitoza, os criminosos eram de classe média alta e residiam na cidade de Itabaiana: "os homens tinham entre 25 e 35 anos e alguns deles, inclusive, tinham estabelecimentos comerciais na cidade".

Com eles a polícia apreendeu cinco armas de fogo, sendo três pistolas, um revólver e uma escopeta calibre 12; diversas munições; vários aparelhos de telefone celular; dois coletes balísticos; além dos produtos do roubo praticado pelo grupo horas antes, em Pernambuco.



A operação de interceptação dos criminosos foi coordenada pelos delegados André Davi e Nélio Bicalho, que deixaram claro que as investigações continuam para que sejam tabém constatados outros possíveis crimes cometidos pelo quinteto.

Com informações da Polícia Civil de Sergipe

V&C  Garanhuns

Postar um comentário