terça-feira, 9 de maio de 2017

Procon-PE encontra mais de 200 latas de cerveja fora do prazo de validade em casa de shows em Olinda

Fiscalização ocorreu no Classic Hall, durante o show de Roberto Carlos, no sábado (6). Dois bares, um no Bairro do Recife e outro no Rosarinho, também apresentavam irregularidades.


Por G1 PE


Fiscalização do Procon-PE encontra cervejas com data de validade vencida no Classic Hall (Foto: Procon-PE/Divulgação)

Uma fiscalização da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PE) encontrou 234 latas de cerveja com data de validade vencida no Classic Hall, localizado em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. A ação ocorreu na noite do sábado (6), durante o show do cantor Roberto Carlos, e foi divulgada nesta segunda-feira (8).


Dos produtos fora do prazo de validade, 150 latas tinham vencido desde o dia 13 de abril; 48 no dia 25 de abril e 36 no dia 29 de março, de acordo com o Procon-PE. O Classic Hall recebeu um auto de constatação e será autuado pela irregularidade, segundo o órgão fiscalizador.


Por meio de nota, o Classic Hall ressaltou que, "em 15 anos de atividade, sempre foi fiscalizado pelos mais diversos órgãos e nunca foi notificado por irregularidade, sempre prezando pela qualidade no serviço prestado aos seus clientes". Na nota, a diretoria da casa de shows afirmou estar ciente da notificação, que "está investigando o ocorrido e tomará as devidas providências junto à empresa terceirizada responsável por administrar o bar do local".


Alguns dos produtos encontrados no Classic Hall estavam fora do prazo de validade desde março de 2017 (Foto: Procon-PE/Divulgação)

A fiscalização do Procon-PE se estendeu a outras casas de shows localizadas na Região Metropolitana do Recife. No Bar Teatro Mamulengo, localizado no Bairro do Recife, na área central da capital pernambucana, foram retiradas 29 garrafas pet de refrigerante de 500 ml que estavam vencidas desde o dia 4 de maio. No bar Seu Regueira, situado no bairro do Rosarinho, na Zona Norte do Recife, o órgão constatou que não estava sendo vendida meia-entrada.


De acordo com o órgão, ambos estabelecimentos também receberam um auto de constatação e serão autuados pelas irregularidades apresentadas. O G1 tentou entrar em contato com os dois bares, mas não obteve retorno às ligações.


O Procon-PE informa que os consumidores que quiserem fazer denúncias podem ligar para o número: 0800.282.1512. Não é necessário se identificar na ligação, que é gratuita


Postar um comentário