quarta-feira, 25 de abril de 2018

Paulo Câmara garante espaço para os progressistas



Governador afirmou que investigação contra o PP não afeta negociações com aliado no Palácio e na Frente Popular

Por: Marcelo Montanini

Câmara: “não vamos prejulgar, vamos acompanhar”Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco


governador Paulo Câmara (PSB) afirmou, nesta terça-feira (24), que a investigação da Operação Lava Jato contra o deputado federal Eduardo da Fonte, presidente estadual do PP, não altera na influência que o parlamentar possui nas costuras para o novo secretariado e na composição da chapa majoritária. Da Fonte, que montou uma estrutura de 14 deputados estaduais - a maior bancada da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) -, reivindica uma das vagas de senador e mais espaços no governo estadual.

Segundo Câmara, a nova investigação contra o progressista não muda em nada a força política dele. “Ele (Da Fonte) vai ser ouvido em todo esse processo, como presidente de partido e como deputado federal mais votado de Pernambuco (com 283.567 votos). Isso não muda. Vamos continuar conversando. Ele sempre nos ajudou em Brasília a destravar questões importantes para o Estado. E a gente conta com ele ao longo de 2018”, declarou o gestor, na inauguração do Patteo Olinda Shopping. 

O governador destacou que o deputado foi absolvido em outras investigações e que o momento exige serenidade. “Então, não vamos prejulgar, vamos acompanhar”, disse. Câmara negou que haja alguma conversa agendada com o progressista, mas um aliado comentou que os dois devem se reunir nos próximos dias. Nos bastidores, a avaliação é que o chefe do Executivo deverá fechar as costuras das mudanças do secretariado até o final deste mês.

   Ferreiras

Paulo Câmara se reuniu com o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira(PR), e o deputado estadual André Ferreira(PSC), no Palácio do Campo das Princesas, no começo da tarde. André, que é presidente estadual do PSC, articula também a participação na vaga de senador. O partido, contudo, pode obter também algum espaço no redesenho do secretariado.

Apesar de haver duas vagas para o Senado, André Ferreira e Eduardo da Fonte possuem uma briga velada por uma delas. Nos bastidores, supõe-se que um dos espaços seria destinado ao deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB), visto que o deputado federal Raul Henry (MDB) abriu mão da vaga de vice com este intuito.

   Barbosa

A bancada do PSB na Câmara dos Deputados não fechou ainda a data da reunião com o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa (PSB), contudo, fecharam questão na produção de um manifesto em apoio ao ex-ministro. O documento, que será assinado pelos parlamentares, será lido na tribuna da Casa, nesta quarta (25), pelo deputado federal Júlio Delgado (PSB), líder do partido.

Postar um comentário